Por Nelson Luiz Pereira - conselheiro editorial do OCP

Como poucos jornais regionais centenários em circulação, O Correio do Povo, atual Rede OCP de Comunicação, fundado em 10 de maio de 1919, por Arthur Müller e Venâncio da Silva Porto, superou todas as intempéries e provações da história de um país que ainda busca seu caminho e afirmação.

Protetor da memória histórica regional, conectado com o presente e orientado para o futuro, a Rede OCP crava sua ‘marca etária’ de 100 + 1, como periódico regional mais antigo em circulação do estado de Santa Catarina.

O momento de turbulência e rupturas, intensificado pela banalização da mentira, impôs significativos desafios aos meios de comunicação comprometidos com a verdade. Em meio às impactantes transformações, a Rede OCP reforça sua convicção de que o novo e bom jornalismo nunca poderá se abster do propósito de informar com credibilidade, responsabilidade e liberdade.

No entanto, na essência de sua missão de “informar e conectar a comunidade com os fatos que impactam a vida”, revela-se sua atitude de se fazer inserida e coparticipativa das necessidades e causas sociais, enquanto agente formador de opinião e promotor de meios legítimos para uma sociedade mais justa e evoluída.

A sensação de claustrofobia coletiva que ora experimentamos, pode ser combatida nos abastecendo de informação exclusiva e crível. Portanto, nunca estará sozinho quem lê, e o tamanho do mundo sempre será proporcional ao quanto se lê. Por isso, o especial conteúdo da edição deste final de semana, representa nosso abraço compartilhado a todos os leitores e comunidade de assinantes e anunciantes OCP.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul