Editorial OCP News
Editorial OCP News
Por Nelson Luiz Pereira _ conselheiro editorial do OCP

Na edição do OCP do dia 19 de agosto de 2020, manifestávamos o descaso do mastodôntico e moroso Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), autarquia do Governo, que emprega 22 mil funcionários, e administra as contribuições para a manutenção do Regime Geral da Previdência Social, envolvendo cerca de 35 milhões de segurados, entre aposentados e pensionistas.

Segundo o próprio INSS, aproximadamente 1,5 milhão de pessoas aguardam análise para a concessão de algum tipo de benefício. No entanto, o que o INSS tem assegurado, na essência, é que estes cidadãos não tenham seus direitos respeitados. Ou seja, essa obesa e letárgica autarquia assegura, de portas fechadas, sua decisão de não atender.

Mais uma autêntica demonstração do abismo entre a realidade pública e privada desse país. Soma-se a isso, o discurso paradoxal de que a economia não pode parar, mas parte importante dos serviços públicos podem.

Bem se traduz aqui a velha máxima: “façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço”. Uma lógica perversa para quem passou a vida trabalhando e contribuindo para um Estado que se mostra injusto. Reiteramos: não há justificativa para ineficiência e irresponsabilidade.

No contexto da iniciativa privada, isso seria equivalente ao consumidor comprar um produto e não receber. A grande diferença, é que na iniciativa privada é assegurada a punição ao fraudulento.

Já, na esfera pública, quem punirá tal ineficiência e desrespeito com o cidadão? Ressaltamos: a inversão de prioridades sempre foi uma característica de certas estruturas públicas, e hoje voltamos a nos reportar ao INSS, cujas portas fechadas, também não poupa nosso município.

Concluímos: a única escassez que nunca houve nesse país, é a de funcionários públicos. Entretanto, a carência da qual nunca nos livramos é a de atitude. INSS, voltem ao trabalho já.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul