O esporte jaraguaense está “avançando em braçadas.” Sustentamos que o esporte sempre foi e será um imprescindível aliado no processo de desenvolvimento social. Entendê-lo como instrumento educacional formativo, é promover o desenvolvimento humano em sua totalidade, pois ele ensina valores fundamentais de convivência e existência.

Pode-se dizer, ainda, que o esporte age como um antídoto, pois combate a inércia, a virtualidade e o isolamento dos jovens, diante do desenfreado desenvolvimento das tecnologias de informação. Um futuro melhor só se fará com pessoas melhores.

Como a arte, o esporte também imita a vida, ou vice-versa, já que o ato de vencer, seja em qual for a modalidade, é, outrossim, superar a desigualdade, os preconceitos, a violência, os tabus e as limitações humanas.

Em essência, o esporte representa um meio viável de ascensão da humanidade, ao estimular os princípios da ética, amizade, tolerância, colaboração, solidariedade, igualdade, cidadania, excelência, determinação, superação, coragem, inspiração e ‘fair play’.

O gradativo progresso do esporte jaraguaense, demonstra que estamos no caminho. Nessa última semana, a equipe de natação do nosso município conquistou 60 medalhas no Campeonato Catarinense de Natação de Inverno – Troféu Carlos Augusto Vieira.

O evento que ocorreu em Blumenau reuniu aproximadamente 343 nadadores de 15 equipes de Santa Catarina. As duas categorias, infantil e júnior, conquistaram o vice-campeonato. Ademais, a categoria Juvenil, alcançou a sexta colocação, e a sênior ficou com a sétima.

O fator relevante, segundo a comissão técnica, é que muitos competidores melhoraram suas marcas pessoais, contribuindo para a classificação da equipe, e resultando em 12 recordes batidos, 31 medalhas de ouro, 18 de prata e 11 de bronze. Um desempenho digno de comemoração.