Quem está inserido em Jaraguá do Sul, sabe que a nossa identidade empreendedora, aliada a diversidade de negócios, eficiente governança pública, acentuado senso de voluntariado, e diferenciados indicadores sociais e econômicos, fazem o município figurar entre os melhores do Brasil em IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), e entre os cinco catarinenses que se destacam no IPM (Índice de Participação dos Municípios), que considera como principal critério o movimento econômico.

Essa característica empreendedora e colaborativa de nosso povo, conjugada com a força sinérgica das entidades de classe, formam um ambiente promissor para investimentos e geração de negócios.

Por isso, a capacidade de exportação é proveniente dessa força econômica que, por sua vez, deriva de um ambiente dinâmico e competitivo, aliado a uma série de indicadores de natureza estrutural, social, política, cultural, tecnológica e sustentável. Essa peculiar condição faz Jaraguá do Sul ser economicamente global.

Por conseguinte, os impactos decorrentes da pandemia do novo coronavírus, foram melhor absorvidos e contornados. Em 2021 o município exportou cerca de US$ 720 milhões em produtos para diversos países do mundo.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, da Prefeitura, a economia local é pujante por apresentar forte viés industrial e tecnológico. Que esse ímpeto desenvolvimentista continue orientando e alimentando o dinamismo e a vantagem competitiva de nosso promissor município.