Por Nelson Luiz Pereira_conselheiro editorial do OCP

 

Buscar a excelência em gestão pública deveria ser a missão de todos os entes da federação desse imenso país. Sabemos que alcançar essa marca no âmbito de Brasil é uma utopia. No entanto, cases isolados em esfera municipal já se fazem realidade.

Todo cidadão alimenta a justa expectativa de ter retorno de suas contribuições, em serviços e benefícios, envolvendo todas as áreas como, saúde, educação, segurança, saneamento, meio ambiente, recursos humanos, financeiros, tecnológicos, fiscais e outras.

A Governança de nossa Jaraguá, têm demonstrado que segue princípios norteadores como: transparência, equidade, accountability e compliance. Um dos métodos adotados, que ilustra e retrata transparência, é a revista “Prestando Contas para a População”.

Uma publicação periódica que, além de prestar contas, tem o propósito de aproximar a população do contexto público. O consistente conteúdo desse material, oferece ao munícipe, a didática oportunidade de acompanhar e analisar as mais variadas informações como: demonstrativo das arrecadações e despesas; evolução da arrecadação e das despesas; gestão de pessoas; repasses para entidades; segurança pública; volume de abertura de empresas; gestão da Covid-19; investimentos em educação, cultura, turismo, saúde, social; meio ambiente; cuidado com animais; agricultura, infraestrutura; mobilidade, e demais pautas.

Esta, dentre outras boas práticas de gestão, têm garantido protagonismo à Jaraguá do Sul como o município catarinense com a melhor governança pública, e o sétimo colocado no ranking brasileiro, de acordo com o Índice de Governança Municipal do Conselho Federal de Administração (IGM-CFA).

Por outro lado, cabe a cada cidadão contribuinte, apropriar-se desse importante material, conhecendo assim, os destinos dos recursos públicos, podendo contribuir com cobranças e sugestões. Afinal, uma cidade é, antes de tudo, uma construção coletiva.