Por Nelson Luiz Pereira _ conselheiro editorial do OCP

Neste domingo (27) é dada a largada oficial para mais um pleito eleitoral das esferas Executiva e Legislativa municipais.

O retrato atual desse pleito estampa um cenário sem precedentes, moldado por uma crise pandêmica. Mesmo assim, se assegurará a cada cidadão, o direito e dever cívicos de escolher seu representante.

No entanto, a nova realidade contextual exige de cada cidadão um novo olhar para política. Participação de jovens e empoderamento feminino devem ser valorizados. Exige também, um senso crítico muito mais apurado, blindando-se contra o poder destrutivo das fake News.

O eleitor consciente, que realmente acredita em mudança, não promove ou alimenta campanhas de desinformação, difamação e de ódio na internet. Ele valoriza o debate construtivo como diferenciais de cada candidato.

Oportuno salientar, ademais, que votar consciente é conhecer profundamente o representante e acompanhar, posteriormente, seu desempenho. O Portal da Transparência é uma importante ferramenta disponível ao cidadão, bastando a atitude de pesquisa-lo.

É preciso, sobretudo, ter consciência de que eleições municipais são as que produzirão resultados diretos e efetivos ao cidadão. É na cidade, nos bairros, no interior que se dão as lutas cotidianas de trabalho e sobrevivência das famílias. É lá que se travam as demandas por saúde, educação, segurança, emprego, saneamento.

Por fim, votar consciente é ter o discernimento de que a escolha, embora legítima, não se encerra no partido ou candidato. Todo cidadão é responsável pela República. Então, que este momento de campanha, que se inicia, seja providencial para uma reflexão cidadã.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul