Por Nelson Luiz Pereira_conselheiro editorial do OCP

 

No último domingo (15), mais um pleito eleitoral das esferas Executiva e Legislativa se concretizou em todos os municípios do país.

Em que pese o inusitado atraso da apuração, provocado por defeito no hardware do supercomputador do Tribunal Superior Eleitoral (TSE); não obstante a força destrutiva das reinantes fake news; independentemente da pandemia em sua segunda onda, o Brasil mostrou o poder e maturidade de sua democracia na condução do processo eleitoral.

Esse pleito marca um momento sem precedentes, em que a nação clama por profundas reformas estruturais. Acontece num contexto social onde já se verifica maior envolvimento e senso crítico do cidadão em relação à política e seus representantes.

Num momento em que se observa maior participação das mulheres, jovens, negros e diversidade de gêneros. Uma autêntica demonstração de amadurecimento democrático.

Os resultados localmente registrados, retratam, de forma mais nítida, que a política e a representatividade já não se sustentam em retóricas populistas, e devem estar, cada vez mais, orientadas para a transparência, realização e respeito ao cidadão contribuinte.

Cerca de 90 mil eleitores jaraguaenses compareceram às urnas, exercendo seu direito cívico e contribuindo para o futuro de nossa sociedade. As diferenças e conflitos ideológicos, naturalmente presentes nas campanhas, devem se extinguir no momento da apuração e legitimação dos eleitos.

A boa política e o bom senso estabelecem que os escolhidos deverão administrar e servir, indistintamente, a todos.

O eleitor jaraguaense, por sua vez, demonstrou que o processo de mudança que se vislumbra para o mundo, para o Brasil e para a cidade, inicia-se em cada cidadão, e o compromisso com o voto é um dos passos poderosos.

A Rede OCP de Comunicação expressa congratulações a todos os candidatos que concorreram ao pleito, e aos eleitos, desejo de pleno sucesso em seus mandatos.

 

Telegram Jaraguá do Sul