Por Nelson Luiz Pereira_conselheiro editorial do OCP

 

A pandemia do Coronavírus já vitimou cerca de 2,7 milhões de pessoas no mundo. Os números no Brasil, situam-se na casa dos 273 mil, e Santa Catarina aproxima-se de 8,5 mil óbitos.

Jaraguá do Sul registrava até sexta-feira (12), 149 mortes pela Covid-19. Como já mencionado neste espaço Editorial, embora o processo de imunização esteja, vagarosamente, em curso, conhecer com detalhes o perfil epidemiológico dos casos, vítimas e curados, é de considerável importância, já que, os indicadores e demais informações associadas, serão a base para implementação de políticas públicas de saúde, e respectivas tomadas de decisões.

Ressaltamos que, num mundo impregnado por fake news, dispor de bases fidedignas de informações dessa ordem, é um meio eficaz de preservar vidas. Expressando solidariedade e pesar a todos que já perderam seus negócios e vidas, buscamos, no OCP informar os cidadãos sobre o atual perfil epidemiológico das pessoas mais infectadas pela Covid-19, no município de Jaraguá do Sul.

Identificou-se que a população entre 20 e 39 anos segue liderando em números de casos. Ou seja, os jovens passam a ser a parcela da população com o maior potencial de infecção. Este fator está, em tese, associado ao modo de vida cotidiano deste grupo populacional.

Estes passam a ser, consequentemente, potenciais disseminadores do vírus. Constatação esta, que só reforça a urgência de se despertar, por meio de campanhas, o senso de coletividade nas pessoas dessa faixa etária.

É preciso atitude preventiva, pois há indícios que apontam para novas variantes do coronavírus circulando pelo município. Portanto, enquanto não atingirmos a massificação da vacina, o poder de resistência estará na colaboração social.