Por Nelson Luiz Pereira - conselheiro editorial do OCP

A inclusão sempre será uma conquista de relevante sentido. Qualquer esforço dessa natureza deve ser enaltecido. Pesquisas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da própria ONU apontam que cerca de 15% da população mundial (mais de 1 bilhão) possui algum tipo de deficiência (física, sensorial, intelectual ou psicossocial).

Desse contingente, 80% pertencem a países pobres e em desenvolvimento, e dentro desse contexto 50% não conseguem bancar tratamentos. Portanto, a realidade mundial nos revela que o déficit de inclusão ainda é considerável. Trata-se de uma herança histórica, já que ao longo do processo de evolução da humanidade, crenças e valores culturais têm estigmatizado as pessoas com deficiência.

Adentramos o século 21 com uma chama de esperança. Surgiram, então, os tratados e convenções da ONU estabelecendo um novo paradigma dos direitos humanos, orientado para o exercício pleno das liberdades fundamentais e da cidadania, em particular, das pessoas com deficiência.

Todavia, o clarão dessa chama nos revela outros vilões modernos implacáveis. A dissimulada desigualdade social e limitações de toda ordem por parte do Estado, são ventos que ainda sopram contra à inclusão. No entanto, há ventos muito mais poderosos soprando a favor.

Um dos exemplos disso é nossa Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), cujos laços emocionais são nítidos e fortes entre todos os elos que fazem essa entidade tornar a inclusão mais próxima da realidade.

Um obstinado trabalho que no mês de julho completa 47 anos. Um segundo lar que acolhe cerca de 500 famílias, incluindo pessoas com deficiência. Inclusão não se restringe a uma entidade. Ela é uma missão coletiva. Como prova disso, acontece neste sábado (16), a Live Solidária musical em prol da Apae.

A transmissão se dará pelas páginas de Facebook do ‘OCP News’ e ‘Aconteceu em Jaraguá do Sul’, das 17h às 21h. Participe dessa nobre causa.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul