Você sabia que hoje, 27 de maio, é comemorado o Dia do Profissional Liberal? Essa data foi escolhida em referência ao decreto de lei nº 35.575, de 27 de maio de 1954, que reconheceu a Confederação Nacional dos Profissionais Liberais.

O profissional liberal é aquele que presta serviços autônomos em sua área de atuação ou especialização. Realiza trabalho ou ocupação intelectual, cientifica, técnica ou artística. O que diferencia um profissional liberal dos demais profissionais é, principalmente, o seu conhecimento técnico, o qual engloba o conhecimento científico e/ou manual de cada profissão.

Outra característica importante é a autonomia que possui o profissional liberal, isto é, capacidade de exercer livremente o seu trabalho técnico, tomando decisões por conta própria, sem subordinação e vínculo de hierarquia. Algumas das profissões mais conhecidas nas quais o profissional liberal atua são as de advogado, contador, engenheiro, arquiteto e psicólogo.

Para quem tem interesse em atuar desta forma no mercado de trabalho, é importante estar atento às competências necessárias. O profissional precisa ser capaz de conciliar as técnicas com os conhecimentos práticos e científicos já consolidados dentro das atuais necessidades de mercado, além de atuar no desenvolvimento de práticas de gestão e empreendedorismo.

É importante ser qualificado para atuar no desenvolvimento e gerenciamento de novos negócios com base na cientificidade da gestão empresarial aplicada à nova realidade dos negócios. Outro ponto de atenção é a necessidade de desenvolver-se como intraempreendedor por meio da aplicação de seus conhecimentos na operação, adaptação e evolução de negócios já existentes. Uma missão que não pode ser esquecida é a de ser agente de desenvolvimento de novos negócios dentro do ecossistema, o que contribui para o desenvolvimento econômico.

Tendo esses desafios em mente, habilidades que são fundamentais são as de planejar e executar o desenvolvimento de novos negócios; extrair o real valor gerado por um negócio; analisar mercado, segmentação e relacionamento com negócios; e avaliar a viabilidade mercadológica, de pessoas, financeira e tecnológica de um novo negócio. Além disso, é preciso estar atento ao controle do orçamento e sobre as leis e exigências da profissão.

Gostou da ideia de ser um profissional liberal e quer investir no seu próprio voo solo? Na Católica de Santa Catarina, temos uma formação que pode ser uma bússola nessa jornada: o curso em Gestão e Empreendedorismo.

O Gestor Empreendedor é peça fundamental para que novos negócios se transformem em negócios de sucesso. Diante disso, destaca-se que este profissional deve apresentar sólido conhecimento técnico e científico capaz de estabelecer a relação da estratégia empresarial tradicional às estratégias de novos negócios, com visão empreendedora e inovadora. Precisa ter visão de empreendedorismo e inovação, aliada ao marketing, estratégia e tecnologia. Por outro lado, o gestor empreendedor também é um profissional que se destaca e que tem oportunidades em empresas já consolidadas no mercado, pois estas empresas buscam por profissionais conectados com a realidade, com visão prática, perfil e pensamento flexível e dinâmico.

O corpo docente do curso da Católica SC conta com professores experientes, especialistas e membros ativos no ecossistema, detentores de conceitos, ferramentas e práticas do mercado. Além disso, o centro universitário abre as portas do ecossistema por meio da participação em eventos e interação com instituições de referência. Outro diferencial é a Central de Carreiras, que proporciona oportunidades no mercado de trabalho. O Tecnólogo em Gestão e Empreendedorismo da Católica SC tem dois anos de duração, com aulas na modalidade EaD (Educação a Distância).