Ser agente do desenvolvimento por meio da disseminação do conhecimento é uma das muitas satisfações que todos nós da Católica SC podemos vivenciar diariamente em nossas unidades, localizadas em Jaraguá do Sul, Joinville, Florianópolis e Itajaí. O programa de bolsas universitárias de Santa Catarina (Uniedu) tem sido uma ferramenta estratégica para atingirmos esse objetivo.

A participação no programa possibilita oportunidade de ingresso e permanência no ensino superior para uma parcela dos jovens que não teriam condições financeiras de acesso ao ensino superior. Além disso, a contrapartida pelo recebimento das bolsas, onde o bolsista participa de programas e projetos sociais, devolve para a comunidade em forma de ações e serviços o recurso aplicado por meio das bolsas de estudo e pesquisa.

Na primeira metade do ano tivemos 663 candidatos ao Uniedu. Em Jaraguá, foram 294 inscritos e em Joinville, 369. Desses, 375 acadêmicos foram contemplados com bolsas de estudo e pesquisa de 25% até 100%. Para o segundo semestre, a procura foi ainda maior. Recebemos 882 inscrições, sendo 381 de Jaraguá e 501 de Joinville. A lista de selecionados deve ser divulgada em 30 de setembro. Já as inscrições para o primeiro semestre de 2020 devem ocorrer no início de fevereiro.

O bolsista do Uniedu que recebe recurso do Fumdes - Artigo 171 tem como contrapartida pelo recebimento de bolsa de estudos o compromisso de não ter reprovações nas disciplinas cursadas. No caso das bolsas de pesquisa, o compromisso firmado é a participação em todas as orientações e a entrega de todas as atividades estabelecidas no cronograma.

Os acadêmicos que recebem a bolsa com recurso do Artigo 170 precisam prestar 20h de serviço em programas e projetos sociais propostos pela Católica em suas atividades de extensão. E os bolsistas de pesquisa com recurso do Artigo 170 devem participar das orientações e entregar todas as atividades acordadas com o professor orientador.

Para candidatar-se às bolsas do Uniedu, o interessado deve inicialmente efetuar a inscrição eletrônica no site do Governo do Estado. Para a validação desta inscrição, é preciso entregar os documentos solicitados no Edital da Católica SC. Essa etapa é importante para comprovar os dados inseridos no formulário de inscrição e contar um pouco da história e realidade familiar do candidato à bolsa.

A equipe técnica de avaliação conta com pelo menos uma assistente social, dentre outros profissionais. Conforme solicita a lei, o grupo recebe todos os documentos e os avalia, priorizando dentre os candidatos aqueles que tenham maior grau de carência para o recebimento do recurso do Uniedu.

O Uniedu contempla recursos para graduação e pós-graduação. No caso dos cursos de graduação, a instituição de ensino recebe e distribui o recurso do Governo do Estado de SC para os acadêmicos economicamente carentes após a realização do processo de seleção de acordo com edital próprio.

Para os cursos de pós-graduação, os recursos do Fumdes - Artigo 171 são destinados diretamente para o estudante de pós-graduação que é selecionado pela Secretaria de Estado da Educação de SC, depois de passar pelo processo de seleção por meio de chamada pública.

Para candidatar-se à bolsa é preciso estar matriculado nos cursos de graduação em instituições cadastradas na Secretaria de Estado da Educação (SED). Deve ser a primeira graduação, com exceção dos portadores de diploma de licenciatura curta, quando a fonte de recurso tem o amparo previsto no Artigo 170 da Constituição do Estado.

É muito importante que o candidato interessado nas bolsas do Uniedu leia atentamente o Edital da instituição de ensino, pois dependendo do recurso que ele receber (Artigo 170 ou Artigo 171 - Fumdes), terá direitos e deveres que devem ser observados e cumpridos.