Na educação, em modo geral, os ciclos ocorrem desta forma. Estamos reescrevendo a nossa história, o tempo todo. Estamos sempre criando, co-criando, e ressignificando os processos. E olhando para nossa trajetória, as mudanças demonstram grandes avanços e muitos aprendizados.
Há 49 anos, fruto de necessidade regional e da inquietação do Padre Elemar Scheid para que fosse possibilitado o acesso ao ensino superior em Jaraguá do Sul, nascia a Fundação Educacional Regional Jaraguaense que três anos depois lançava seu primeiro curso voltado para Estudos Sociais, destinado a formar professores. À época, além dos esperados desafios e dificuldades, o repensar e a ressignificação visionária de um espaço antes inabitado, foram imperativos.
Após 49 anos de fundação da FERJ, a Católica de Santa Catarina carrega a mesma inquietação e determinação que foi a mola propulsora do nascimento do ensino superior em Jaraguá do Sul, todavia, com novos desafios.
Passamos por um novo momento de ressignificar o campus para atender demandas atuais e futuras das nossa comunidade, afinal, somos uma instituição comunitária intimamente ligada e comprometida com o desenvolvimento de Jaraguá do Sul e região.
Nesse sentido, o desenvolvimento de parceiros estratégicos para transformar o campus em um ambiente que proporcione a aproximação entre ideias, conhecimento científico, governo, sociedade, empresas e infraestrutura é cada vez mais latente.
Há cerca de dois anos, revisamos o plano diretor do nosso espaço físico e identificamos oportunidades de criar sinergias entre os diversos atores que impulsionam o empreendedorismo e inovação, unindo a necessidade desses com as oportunidades de otimização da infraestrutura da FERJ.
Como primeiro passo, e que já é de conhecimento comum, temos a Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul instalada dentro do campus no bairro Rau, o que proporciona uma proximidade não apenas da comunidade acadêmica, mas de todo o ecossistema de inovação localizado na região, com legislativo municipal. Diante deste contexto, novos espaços como a atual biblioteca, por exemplo, estão sendo objetos de estudo para possíveis parcerias que fortaleçam as relações institucionais com a comunidade da região.
Além disso, carregamos conosco diretrizes claras de inovação e sustentabilidade institucional. No último ano, ampliamos a parceria que já possuíamos com o Novale Hub para um termo de cooperação entre FERJ, Novale Hub e Ágora Tech Park de Joinville. Para potencializarmos ainda mais essa frente, há um ano, criamos a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, que vem consolidando a captação de recursos para financiarmos o desenvolvimento científico e tecnológico, bem como formação em nível de pós-graduação, cursos livres e eventos.
Mas as notícias não terminam por aí. Retomando às origens da fundação, criamos o programa Inovescola, totalmente voltado à formação de professores, área que foi prioritária por muitos anos na FERJ. O programa tem como premissa fundamental a formação experiencial de docentes para atuação de forma inovadora e com metodologias ativas de ensino e aprendizagem nos diversos níveis da educação formal. Mais de 150 docentes de instituições públicas e privadas já participaram de workshops e treinamentos do Inovescola nos últimos meses.

Sabemos que ainda há muito o que ser feito e continuaremos comprometidos e dedicados a promover mudanças que signifiquem melhorias institucionais e para a comunidade jaraguaense. Temos uma equipe de alto desempenho, qualificada e alinhada às necessidades regionais. Sempre alerta, nos mantemos atentos aos desafios de hoje e do futuro, e continuaremos trabalhando, incansavelmente, para junto da comunidade transformarmos a realidade, sempre para melhor.