Nos últimos 22 meses, vivenciamos na Católica de Santa Catarina experiências das mais variadas, desde a interrupção abrupta do modelo de aulas presenciais e a adaptação para um modelo online síncrono em curto espaço de tempo para preservar a continuidade do ensino e a manutenção do tão sonhado dia em que se recebe o diploma da graduação. Foram momentos de reinventar modelos mentais e repensarmos nossas atitudes frente aos desafios que a vida nos traz.

Hoje, percebemos com clareza que as decisões tomadas no início da pandemia de covid-19 foram acertadas e que mediante acompanhamento, ajustes e muita agilidade, conseguimos superar as barreiras que foram aparecendo ao longo do tempo.

O que aprendemos nesse período bastante turbulento veio a somar com o planejamento do futuro, afinal, boas práticas devem ser potencializadas para a melhoria contínua. Nesse sentido, estamos há menos de dois meses do início das aulas e já preparados para que tenhamos um semestre letivo significativo para cada membro da comunidade acadêmica, em especial, para nossos estudantes.

Como novidade, trazemos novas propostas para os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Engenharia Civil e Engenharia Elétrica, com o uso das metodologias de blended learning, uma forma de aprendizado ativo que envolve um amplo rol de técnicas e métodos. Essa proposta inovadora foi resultado de um trabalho extensivo da equipe da Católica de Santa Catarina, a partir de pesquisas e de práticas docentes de sucesso experimentadas pela instituição.

Aplicaremos uma metodologia educacional centrada na ação do estudante e com forte integração entre os ambientes de aprendizagem on-line e presencial, por meio de estratégias de ensino e instrumentos de avaliação apropriados. A ideia é que o aluno estude a teoria on-line, com o apoio de professores tutores; e, presencialmente e em grupo, foque na prática, no networking e na vivência da instituição de ensino.

Os acadêmicos desses cursos não precisarão estar presentes todos os dias. Faremos testes antes dos encontros em sala de aula para que, no momento presencial, o professor já foque diretamente nas dúvidas e esclareça os pontos de atenção diagnosticados por meio dos testes. Estamos entusiasmados com esse programa reverso de aprendizagem e disruptivo em relação ao que é conhecido hoje. Vamos proporcionar uma aprendizagem colaborativa, ativa e mais dinâmica, alinhada com a realidade do mercado de trabalho.

Temos como premissa clara a busca permanente de um aprendizado voltado à preparação de profissionais de excelência para o mercado de trabalho, abordando os conteúdos de maneira contemporânea, levando em consideração os novos paradigmas relacionados às metodologias de ensino e aprendizagem e com formação humanística baseada em valores Cristãos.

O que podemos esperar de 2022? Primeiro, a retomada da presencialidade integral, tão aguardada pela comunidade acadêmica e que reestabelece nossas redes de relacionamento com contato mais próximo. Segundo, novas formas de construir conhecimentos, aproveitando as inovações desencadeadas durante os quase dois anos que se passaram desde o dia em que deixamos as estruturas da instituição para a atuação de forma remota. Por último, um tempo de experimentação e cuidado. Ainda temos uma jornada a ser percorrida até que a pandemia de covid-19 deixe de ser relevante, e nesse sentido, precisamos nos manter alertas, e manter os importantes cuidados com distanciamento e uso de álcool gel e máscaras. Ao mesmo tempo, espero que tenhamos uma postura proativa para experimentar jeitos diferentes de aprender, ensinar e enfim, de viver.

Desejo que esse seja um ano em que os desafios se tornem conquistas e que as dificuldades sejam o combustível para criar degrau a degrau, um mundo novo e melhorado.

Palavra da Reitor - Cleiton Vaz