A partir de Novembro seu negócio terá mais uma forma segura, barata, simples e rápida para receber pagamentos dos seus clientes. Se você ainda não é adepto a máquina de cartão de crédito por conta das taxas e precisa se atualizar para continuar vendendo, você precisa conhecer o Pix.

O Pix é um novo meio de pagamento instantâneo desenvolvido pelo Banco Central com o objetivo de facilitar as transferências de valores eletronicamente. A ferramenta funcionará através do Sistema de Pagamentos Instantâneo que é gerido e operado pelo BACEN, por meio do Departamento de Operações Bancárias e de Sistema de Pagamentos. O sistema estará conectado às contas das instituições participantes, homologando a ferramenta e fazendo com que ela seja segura.

Este meio de pagamento serve para pessoas e negócios transferirem dinheiro com a possibilidade de pagamentos para entidades governamentais, como impostos e taxas. O serviço é totalmente gratuito para transferência entre pessoa física — com custos reduzidos para pessoa jurídica — e funciona em tempo real, 24 horas por dia e 7 dias por semana.

O novo meio de pagamento se difere das atuais ferramentas de transferência de valores como o TED, DOC, boleto e máquina de cartão de débito. Devido ao custo e praticidade, independentemente do dia da semana a transação é feita em segundos, porém ainda é indispensável ter uma conta em uma fintech, banco ou instituição de pagamento.

Como as transações serão feitas?

Para enviar valores através do Pix você poderá utilizar os dados da sua conta (que não precisa ser corrente), com uma chave Pix: “apelidos” que serão previamente cadastrados com seu número de celular, e-mail, CPF ou CNPJ — será necessário informar somente uma destas chaves ou gerar um QR Code. Lembrando que é permitido ter até 5 cadastros por pessoa física e 20 por pessoa jurídica.

Somos a primeira fintech de microcrédito digital do Brasil e estamos sempre de olho nos principais lançamentos de produtos financeiros que facilitam a vida do empreendedor de pequenos negócios. Conte com a gente para saber mais sobre como o Pix e o microcrédito podem alavancar seu negócio.

Artigo escrito por Ícaro Burtet, Especialista em negócios de pequeno porte e startups e CEO da Bom Microcrédito.