Confirmado desde o ano passado para ser instalado no Morro das Antenas, o radar meteorológico que viria para Jaraguá do Sul, vai ser instalado agora em Joinville. O motivo desta mudança teriam sido os trâmites burocráticos que envolviam uma parte da área do Morro e uma avaliação mais criteriosa do local que acabou levando a Defesa Civil Estadual a transferir a instalação para a cidade vizinha.

O equipamento comprado pelo Estado, no valor de R$ 3,7 milhões no fim do ano passado, tem com objetivo melhorar a cobertura da região para eventos climáticos. Este será o 4º radar da Defesa Civil de Santa Catarina a ser instalado, outros estão em atividade em Chapecó, Araranguá e Lontras. Esse não é um radar para oferecer previsão do tempo e, sim, para prevenir catástrofes, segundo a Defesa Civil.

Reunião

Ontem o deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) reuniu-se com representantes da Defesa Civil de Jaraguá do Sul e da Amvali, quando foi entregue um relatório da Defesa Civil estadual comunicando que foram avaliados alguns pontos no Morro das Antenas que não favoreciam a implantação do equipamento no município, o que levou a equipe técnica optar por Joinville para receber o radar.

Caropreso que acompanhou toda situação desde o ano passado, lamentou a não instalação do radar em Jaraguá. O parlamentar diz que cidade contava com o melhor ponto para a operação do radar que deve atender a todo Norte do Estado. “Foi uma surpresa desagradável esta situação. Por causa de uma questão jurídica, nosso município acaba perdendo este equipamento que vai auxiliar e muito nas previsões de evento climáticos, como o que aconteceu esta semana no Estado”, comentou.

Segundo a secretaria executiva da Amvali Juliana Demarchi, o Morro das Antenas está localizado entre Massaranduba e Jaraguá do Sul e a entidade estava com o trabalho bem adiantado de realização de utilidade pública da área para receber o radar. Mas conforme relatório encaminhado pela Defesa Civil do Estado, foram identificadas alguns fatores no espaço como a proximidade com as antenas de sinal de TV e rádio que poderiam gerar interferência e outras estruturas. Por isso pelo relatório, a Defesa Civil optou por outra área em Joinville.

Mapeamento

Ontem mesmo a Defesa Civil estadual comunicou que a área mapeada para o radar fica no Boehmerwald, em terreno com elevação, em Joinville. A Defesa Civil vai investir R$ 1 milhão para fazer a instalação do aparelho naquele local.

A região Norte a cobertura meteorológica é feita por outros três radares do Estado. O novo equipamento será capaz de realizar vigilância meteorológica total de uma área geográfica circular com um raio de pelo menos 100 quilômetros, de detectar hidrometeoros (água, gelo, granizo e até neve) com até 50 quilômetros de distância e constatar a velocidade do vento no modo doppler.

A nova aparelhagem irá cobrir uma área com mais de 1,4 milhões de pessoas, frequentemente afetada por inundações, alagamentos e deslizamentos.

 

Decreto estende proibição de eventos por mais 30 dias em Jaraguá

O aumento da curva de contágio pela Covid-19 levou o Comitê de Combate ao Coronavírus e a Prefeitura de Jaraguá a decidirem adiar por mais 30 dias a liberação para a realização de eventos no município. Segundo o presidente do Comitê Alceu Moretti, desde o início da pandemia o Comitê e o Município têm buscado equilibrar as medidas preventivas de saúde com uma proteção econômica que evite o desemprego e o fechamento de empresas. “Porém, neste momento, a decisão mais prudente é adiar o retorno dos eventos. Infelizmente somos obrigados a isso”, argumenta Moretti.

Jaraguá do Sul teve 340 casos confirmados de coronavírus, sendo que destes 210 já estão recuperados. Além disso, foram quatro óbitos. Apesar de o município ter um dos mais baixos índices de contágio e mortalidade entre as cidades de Santa Catarina com mais de 100 mil habitantes, Moretti reforça a necessidade de um controle eficiente para que a situação não de inverta.

Testes

Paralelamente à decisão de manter suspensas as atividades do setor de eventos e correlatos, outras medidas estão sendo aplicadas como a ampliação da testagem e controle. Além de testes aleatórios em assintomáticos que já estão sendo aplicados, será realizada uma ação de maior porte, com três mil testes em diferentes bairros. Os detalhes devem ser anunciados na próxima semana pelo prefeito Antídio Lunelli. A ação terá parceria da Associação Empresarial e Católica de SC.

 

Corupá e Massaranduba também decretam situação de emergência

Depois do prefeito de Guaramirim Luís Antônio Chiodini (PP) decretar situação de emergência por causa dos estragos ocasionados pelo ciclone que passou pela região na terça-feira (30), agora os prefeitos de Corupá João Carlos Gottardi (PSD) e de Massaranduba Armindo Sesar Tassi (MDB) também tomaram a mesma medida. Os decretos foram assinados na quinta e sexta-feira. As cidades da região contabilizam estragos na indústria, comércio, agricultura e nos espaços públicos.

Em Corupá, estima-se que mais de mil propriedades tenham sido afetadas com destelhamentos, quedas de muros, postes, árvores ou de cercas; danos na agricultura e, principalmente, problemas na fiação elétrica. Já na agricultura corupaense, os prejuízos podem passar dos R$ 60 milhões. A cidade teve mais de 50% das plantações de banana afetadas. Massaranduba também teve áreas de plantações afetadas. O município ainda não concluiu o levantamento dos estragos.

 

CURTAS

Bolsonaro em SC

Está previsto para às 8h30 deste sábado (4) a participação do presidente Jair Bolsonaro no sobrevoo das áreas atingidas pelo ciclone em SC. O presidente também deve se reunir com autoridades locais, utilizando como base o próprio aeroporto Hercílio Luz. Não está previsto outro compromisso fora desse local. O presidente será recebido pela vice-governadora Daniela Reinehr, já que o governador Carlos Moisés (PSL) está em isolamento, porque testou positivo para o coronavírus.

Hospitais

Os vereadores jaraguaenses aprovaram em regime de urgência esta semana, dois projetos para repasse de recursos, por meio de convênios, com os hospitais Jaraguá e São José. Um projeto autorizou o repasse no valor de R$ 684,5 mil, à Associação Hospitalar São José e ao Hospital e Maternidade Jaraguá, para atender as demandas para garantir atendimento aos pacientes com Covid-19. Já outro, autorizou a abertura de crédito suplementar do Fundo Municipal de Saúde no valor de R$ 3 milhões, para a mesma finalidade.

Emendas

A Alesc aprovou nova forma de transferência das emendas impositivas dos deputados aos municípios. Foi acatada a proposta de substitutivo global apresentada pelo líder do MDB, deputado Luiz Fernando Vampiro. A solução para o impasse foi considerar os recursos como transferência especial direta, sem necessidade de convênio ou plano de trabalho. O governo se compromete a iniciar o pagamento parcelado de cerca de mil emendas represadas que somam mais de R$ 230 milhões.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul