O prefeito interino de Jaraguá do Sul Udo Wagner (PP), que assumiu o governo há 10 dias depois de licença do prefeito Antídio Lunelli (MDB), concedeu entrevista à Coluna quando falou sobre o fato de não concorrer a vice nesta eleição e a respeito do afastamento do governador Moisés. Udo Wagner permanece à frente da prefeitura por 30 dias.

Segundo Udo, ao decidir e comunicar que não iria concorrer à reeleição com Antídio, o prefeito acabou sendo assediado por vários partidos, mas acabou que sua decisão foi mais técnica optando pela empresário Jair Franzner, numa chapa pura.

Udo comenta que Franzner vem com um perfil parecido com o dele que atuou como um vice conselheiro do governo, tendo conhecimento da prefeitura como um todo.

Agregador, como o próprio Udo se descreve, além de ter atuado como secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo em 2017, paralelamente à função de vice, ele sente orgulho de dizer que, neste mandato que está prestes a se encerrar, o vice e o prefeito conviveram em harmonia. Fator que não foi muito comum em algumas outras administrações, marcadas por rompimentos entre prefeito e vice.

Por este fato é que no dia 16 de outubro quando da posse de Udo na prefeitura, o próprio Lunelli comentou que pretende que Wagner continue como um conselheiro de governo, no caso de ser reeleito.

Atuação

Quando entrou na prefeitura há quase quatro anos, o vice e atual prefeito interino destaca que focou em dois pontos: a desburocratização de processos e a captação de recursos. Destaca que 95% dos atendimentos hoje são online na Prefeitura e o município está apto a captar recursos de grandes instituições para investimentos por conta de sua característica de bom pagador.

Governador afastado

Sobre o afastamento do governador aprovado pelo Tribunal Especial no sábado para o andamento do processo de impeachment, o prefeito interino de Jaraguá Udo Wagner comenta que Moisés foi pego de surpresa quando se elegeu, sem ter a mínima noção administrativa.

“Ele [Moisés] acabou sendo assessorado por pessoas igualmente inexperientes e ignorou a Assembleia Legislativa. O governador ou prefeito que não tiver apoio do Legislativo, não consegue impor seu ritmo de trabalho”, ressalta.

Udo afirma que o governador foi pouco presente nos municípios do Estado, em relação ao contato com os prefeitos, mas destaca que “temos de reconhecer que a BR-280 teve uma boa atenção da parte do governo do Estado, já que houve um esforço para a duplicação do trecho urbano da rodovia que é de suma importância para o desenvolvimento regional. Essa é a maior demanda política da nossa região”, complementa.

Agora com a vice Daniela Reinehr assumindo, Udo destaca que faz parte do processo democrático, mas que também requer um amparo já que ela também é inexperiente. “Este momento que acaba sendo de insegurança jurídica e administrativa do nosso Estado. Mas ao mesmo tempo não podemos jogar a toalha e os municípios precisam continuar trabalhando.”

CURTAS

Processo

Para o deputado Vicente Caropreso (PSDB), o governo Moisés , até esse momento foi mais técnico que político. “Mas caiu por causa da política. O primeiro erro foi motivo de perseguição política, inclusive, deu no que deu. Não sei o que será da governadora interina. Não a conhecemos tanto em razão de até agora, não ter tido participação, nem administrativa e nem política desde que foi eleita”, destacou.

Para Caropreso, nos poucos dias que ela esteve como titular, caiu na mesma armadilha do caso dos procuradores do então governador Moisés.

“Época ruim para confusão política, no meio de uma pandemia e inúmeros setores que não conseguem reverter a situação econômica por causa da Covid-19. Torço por serenidade neste momento de alta tensão”, finalizou o deputado.

Fake news

Informações apresentadas pelo prefeito interino Udo Wagner apontam que os novos abrigos de ônibus que estão sendo instalados em Jaraguá custaram R$ 17,5 mil e não R$ 43 mil, conforme fake news que circula nas redes sociais. Segundo Udo, são 62 módulos no total e que serão instalados em 40 locais diferentes da cidade. Os abrigos são de metal galvanizado, com placas de energia fotovoltaica, tomadas e em parte deles também poderão ser instalados painéis para publicidade.

Empresas

A Câmara dos Deputados pode votar nesta terça-feira, a Medida Provisória 992/20, que cria um incentivo contábil para estimular bancos a emprestarem dinheiro de capital de giro a micro, pequenas e médias empresas em razão da pandemia de Covid-19.

 

Receba notícias do OCP em seu aplicativo favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul