Levantamento encomendado pelo portal Poder360 e feito pela da consultoria Bites, aponta que o presidente Jair Bolsonaro foi o político com mais interações nas redes sociais e no YouTube no ano passado. Bolsonaro postou 5.708 vezes e alcançou 731,4 milhões de reações, comentários e compartilhamentos. Cada postagem do presidente, conforme a apuração provoca aproximadamente 128 mil interações dos internautas.

Ainda de acordo com a pesquisa do Poder360, a base digital de Bolsonaro cresceu 43% no ano passado e ganhou 9,9 milhões de fãs, chegando no fim de dezembro com 32,8 milhões de seguidores.

Entre as postagens com mais curtidas do presidente está a foto da posse dele, em 1º de janeiro de 2019, em que ele aparece no Rolls-Royce da Presidência da República junto com a primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Segundo o levantamento da consultoria Bites, os deputados, senadores e integrantes do Poder Executivo produziram um total de 1,08 milhão de posts em suas contas nas redes sociais e alcançaram 2,25 bilhões de interações em 2019. Isso mostra que a política nacional depende e muito da internet.

Outro exemplo apontado foi do ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro que teve o melhor desempenho entre todos os outros ministros. Moro fez 730 postagens no Twitter em 2019 e alcançou 26 milhões de interações.

Um exemplo de post que bateu recorde em engajamento foi uma resposta ao ex-presidente Lula (PT). Depois de ser chamado de “canalha” pelo petista durante discurso em São Bernardo do Campo, dia 9 de novembro, Moro afirmou que “algumas pessoas só merecem ser ignoradas”. Este tweet rendeu 260 mil interações.

Esta pesquisa confirma mais uma vez o que aconteceu referente a onda Bolsonaro, em que o presidente gastou uma valor ínfimo em recursos para propaganda eleitoral e focou nas redes sociais para se tornar conhecido e conquistar o eleitorado. Estratégia que o presidente e sua equipe continuam utilizando hoje. E isto vale para todos os políticos que pretendem continuar neste ramo ou que querem ingressar, ficando a tradição frase, mas adaptada para os dias atuais: “Quem não é visto na rede, não é lembrado”.

Confira abaixo quais foram os parlamentares com mais interações em 2019:

Deputados federais:

Joice Hasselmann (PSL-SP) – 151,1 milhões

Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) – 132,6 milhões

Carla Zambelli (PSL-SP) – 105,5 milhões

Kim Kataguiri (DEM-SP) – 62 milhões

Sargento Fahur (PSD-PR) – 52,6 milhões

Senadores:

Major Olimpio (PSL-SP) – 31,4 milhões

Alvaro Dias (Podemos-PR) – 30,4 milhões

Flavio Bolsonaro (sem partido-RJ) – 26,3 milhões

Humberto Costa (PT-PE) – 20,4 milhões

Jorge Kajuru (Cidadania-GO) – 18,4 milhões

*fonte Portal Poder360

 

CURTAS

Nomeado

O Promotor de Justiça na Comarca de Jaraguá do Sul Rafael Meira Luz, foi nomeado para atuar como membro auxiliar na Comissão Extraordinária de Aperfeiçoamento e Fomento da Atuação do Ministério Público na Área da Saúde (CES) do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) pelo período de um ano.

 

Finalidade

A Comissão tem como finalidade aprimorar a atuação dos membros do Ministério Público nacional na área da saúde, com o desenvolvimento de ferramentas para a otimização dos serviços realizados pela instituição. Para este ano já existem dois novos projetos selecionados para desenvolvimento. Além disso, a instituição dará continuidade aos projetos iniciados nos anos anteriores, como, por exemplo, a bem-sucedida experiência catarinense da transparência nas listas de espera do SUS.

Na estrada

O presidente do PSL, deputado federal Fabio Schiochet, cumpre roteiro em cidades do Estado para convidar lideranças para ingressar na sigla. O foco são prefeitos, vices e vereadores com mandato, mas também, lideranças com potencial para concorrer a cargos majoritários e integrar nominatas de candidatos a vereador. Nas últimas duas semanas foram visitados municípios do Planalto Norte, Meio Oeste e Sul, seguindo para os municípios do Planalto Serrano, Meio e extremo Oeste e depois Alto Vale. Segundo Schiochet, esse trabalho auxilia na fortificação do partido e construção de um novo grupo político.

Recadastramento

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) prorrogou o prazo para o recadastramento de dos produtores rurais que estão na área de concessão da Celesc. A medida vale para aqueles que perderam o prazo em 2019 e foram reclassificados de acordo com os critérios estabelecidos pela ANEEL. O recadastramento é uma determinação da ANEEL para que os consumidores rurais tenham direito às reduções tarifárias, que vão de 8% a 24% e com ele tenham o subsídio mantido por, pelo menos, mais três anos aos consumidores. Para isso, é preciso acessar o portal da Celesc, providenciar a documentação necessária e procurar o atendimento da estatal.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger