A Fujama (Fundação Jaraguaense do Meio Ambiente) em parceria com a Ouvidoria e o setor de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Jaraguá do Sul, devem lançar em breve o novo sistema de denúncias de crimes ambientais. A proposta é detalhar de forma mais precisa as denúncias para agilizar as apurações (que também envolvem outros setores), além de garantir mais transparência ao cidadão e na prestação de informações para o Ministério Público e Tribunal de Contas.

Atualmente a Fujama recebe, por meio da Ouvidoria Geral da Prefeitura, mil denúncias por ano, destas 30% geram processos criminais, administrativos ou notificações. Trabalham de imediato nestes processos quatro fiscais da Fundação.

Segundo o presidente da Fujama Normando Zitta, o prefeito Antídio Lunelli tem pedido a melhoria e eficientização de todos os sistemas da Prefeitura e, aqui também entra o andamento das denúncias recebidas pela entidade. “Além disso, teremos como prestar contas de nosso trabalho e gerar uma métrica do dentro do novo sistema”, completa. Para que o novo sistema possa ser efetivado, ainda precisa ter alguns ajustes. Zitta comenta que depois poderá até ser implementado em outros setores da Prefeitura.

Caropreso participou de plenária da Aciag

O deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) participou na noite de ontem (27) da plenária da Associação Empresarial de Guaramirim (Aciag). Na ocasião, Caropreso destacou que desde que foi deputado federal (1999 a 2002), até agora, quando já está no segundo mandato de deputado estadual, foram destinados para o município, cerca de R$ 9,2 milhões, investidos em saneamento básico, infraestrutura, saúde, educação e assistência social.

O parlamentar disse que sua prioridade neste mandato é a duplicação do trecho federal e urbano da BR-280, a recuperação da SC-108 e a ativação do Cedup. “Temos feito nossa parte, mas o compromisso é de todos. Para alcançarmos esses objetivos precisamos da mobilização contínua das forças organizadas da comunidade”.

Sem mandado estendido

Vieram por água abaixo os planos dos prefeitos que já contavam com mais dois anos na administração dos municípios por conta da proposta de unificar as eleições em 2022. Ontem o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia(DEM/RJ), acabou com essa expectativa e arquivou a proposta.  A prorrogação até iria reduzir os gastos com eleições para o Brasil, mas o provável motivo da arquivação foi o de que vários “maus prefeitos e vereadores se beneficiariam”, disse ele.

Mobilização 

Cerca de 3 mil pessoas participaram na tarde de domingo (26), na Praça Ângelo Piazera da manifestação de Apoio às reformas do governo Bolsonaro. O evento foi organizado pelo Movimento para um Brasil Melhor. A ação pacífica, de acordo com os organizadores,  foi uma forma demonstrar apoio às reformas que são necessárias para essa retomada do crescimento do Brasil e de chamar a atenção dos políticos eleitos, em Brasília.

Prefeito Lunelli abriu evento em Indaial

O prefeito de Jaraguá Antídio Lunelli (MDB) abriu ciclo de palestras da Associação Empresarial de Indaial (Acidi), na noite da quinta-feira (23) passada. O evento marcou a comemoração de 30 anos de fundação da entidade. Durante o sua fala, ele destacou o início de sua carreira profissional e sobre como foi difícil obter sucesso no setor industrial, principalmente em função de um sistema implantado no Brasil que cria amarras que tornam o empreender um processo moroso.

O prefeito de também citou sua experiência na vida pública, relatando as principais iniciativas tomadas no município para desburocratização de serviços oferecidos à população. Lunelli foi aplaudido em pé, após a apresentação. Na foto, o prefeito jaraguaense (E) com Ronaldo Tomio, presidente da Acidi.

Foto Divulgação

Quer receber as notícias no WhatsApp?