Pouco mais de 800 internautas participaram da enquete realizada pela Rede OCP dos dias 13 a 17 de março sobre as eleições municipais 2020 em Massaranduba.

Os nomes apontados na enquete são os de possíveis pré-candidatos a prefeito de Massaranduba e que aparecem inclusive apontados entre as siglas as quais representam ou que já concorreram em outras eleições.

O OCP destaca que a realização da enquete foi uma simples coleta de opiniões de eleitores sem um controle de amostra e sem a utilização de método científico para sua realização e que está previsto em lei (§1ª do art. 23 da Resolução TSE n. 23.600/2019).

Nas próximas semanas, o OCP continua com as enquetes nos outros municípios da região.

Confira no quadro o resultado da enquete:

Arte: OCP

Fecarroz é cancelada em Massaranduba

O prefeito de Massaranduba Armindo Sesar Tassi (MDB) reuniu-se na tarde de terça-feira (17) com vereadores e secretários municipais para instituir o decreto com medidas para enfrentamento da Emergência de Saúde Pública decorrente do coronavírus, o Covid-19.

Entre as medidas que vão desde cancelamento de aulas, também foram suspensos eventos de massa em espaços abertos ou fechados, públicos ou privados, com estimado igual ou acima de 50 pessoas, devem ser cancelados ou adiados.

Por conta disto, foi suspensa a realização da 17ª Fecarroz - Festa Catarinense do Arroz programada para de 28 de abril a 3 de maio, além de outros eventos previstos no Calendário Festivo 2020. As inscrições para o Concurso Público Municipal nº 001/2020 permanecerão conforme prevê o edital, sendo que uma nova data para aplicação das provas será divulgada pela administração municipal.

Governo de SC determina suspensão de cirurgias eletivas

Com o avanço dos casos de coronavírus no País e em SC, o governo do Estado emitiu novas medidas, na terça-feira (17), que tem como objetivo controlar a pandemia da doença. Exames e cirurgias eletivas e consultas ambulatoriais estão suspensos temporariamente, exceto para procedimentos não prorrogáveis, como exames oncológicos.

O objetivo da medida é diminuir o fluxo de pessoas no sistema hospitalar, reduzindo a circulação do vírus em um momento de preparação para o recebimento de pacientes com a Covid-19. Em relação às visitas nos hospitais, a determinação é que elas sejam suspensas no caso de idosos e pessoas com doenças crônicas. Para os outros pacientes, o limite é de uma pessoa por vez.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, Santa Catarina vive um momento de exceção e as medidas se fazem necessários para evitar a propagação do coronavírus.

"Estamos em um momento de preparar a rede hospitalar, por isso a redução da circulação de pessoas no sistema é necessária. Cada um fazer a sua parte é fundamental para que atravessemos esse período com o menor impacto é possível. O Estado de Santa Catarina está tomando todas as medidas para evitar a propagação do vírus", destaca.

OCP adota medidas de prevenção

Por conta das medidas necessárias que a população deve tomar com foco na prevenção do Coronavírus (Covid-19), a Rede OCP também tomou providências.

Segundo o diretor de conteúdo da Rede OCP Max Pires, desde o início desta semana a empresa permitiu que parte da equipe trabalhe em formato de home-office. Mesmo optando por este formato, a medida não afetará em nada na operação da empresa e os serviços prestados.

"Estamos seguindo a recomendação dos órgãos de saúde para evitar aglomeração de pessoas, com o objetivo de diminuir a expansão da contaminação do coronavírus" enfatizou o diretor.

CURTAS

Prefeitos unidos

A Associação dos Municípios do Vale do Itapocu (Amvali) também reuniu prefeitos e secretários de Saúde e de Assistência Social da região no começo da semana para decidir sobre a adoção de medidas em comum para combater o coronavírus.

Os decretos oficiais foram publicados entre segunda e terça-feira (17) pelas prefeituras e terão validade de 30 dias. As orientações foram pensadas de forma conjunta pelos municípios e tem como principal preocupação o público idoso – que está mais suscetível à doença.

A maioria das prefeituras está adotando comitês de crise para tomar as decisões necessárias neste momento.

Decisões

As decisões foram tomadas com base nas orientações repassadas pelo Ministério de Saúde, Governo de Santa Catarina e Federação Catarinense dos Municípios (Fecam). Estão suspensos todos os eventos destinados ao público idoso organizados pelas administrações municipais como grupos de terceira idade, cafés, cursos e jogos. Também deve ser recomendado que a iniciativa privada siga a mesma orientação em atividades para a terceira idade.

Legislativo

A Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul também adotou medidas preventivas e temporárias contra a doença. Por meio de decreto assinado pelo presidente Dico Moser (PSDB) na segunda-feira (16) ficam suspensos todos os eventos que sejam organizados pelo Legislativo Municipal, dentro e fora de suas dependências.

As sessões ordinárias estão mantidas, porém sem presença de público, somente com acesso de vereadores e pessoas ligadas à realização das mesmas. Terão acesso às dependências da Câmara somente vereadores, servidores, policiais militares e empregados terceirizados.

Sessão solene

A sessão solene alusiva à Emancipação Político-Administrativa do município, que ocorreria no dia 26 de março, foi adiada. Nova data será informada em momento oportuno. Os Programas Institucionais também sofrerão alterações.

A visitação de alunos à Câmara de Vereadores, através do “Alunos no Legislativo” terá datas remarcadas. As sessões ordinárias da Câmara Mirim ficam mantidas, mas sem a presença de escolas visitantes.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul