Embora a tradição seja amplamente divulgada e praticada pela religião católica, o Corpus Christi ainda gera muitas dúvidas acerca de seu significado, notadamente, para os que não são muito religiosos. Esta, que é uma das mais importantes datas do calendário da Igreja Católica, foi instituída no século 13 pelo Papa Urbano IV.

Salienta-se que esta data pode variar a cada ano, pois é realizada sempre 60 dias após a Páscoa, na quinta-feira seguinte ao Domingo da Santíssima Trindade, que neste ano aconteceu no dia 12 de junho. Por conseguinte, a celebração do Corpus Christi acontece, por regra, sempre em uma quinta-feira.

O motivo é que, simbolicamente, a Última Ceia aconteceu neste mesmo dia da semana, quando Jesus, antes de morrer, disse aos seus discípulos que o pão representava seu corpo e o vinho seu sangue.

No Brasil, país amplamente católico, há um ritual peculiar que consiste em enfeitar as ruas com tapetes coloridos, a base de serragem e outros materiais, e confeccionados pelos fiéis durante a madrugada. Reza a tradição que os tapetes representam a trajetória percorrida por Jesus durante seu caminho até o Monte das Oliveiras, onde seria crucificado poucos dias depois.

Em Jaraguá do Sul, esse cerimonial que aconteceu na manhã desta quinta-feira, contou com expressiva adesão dos fiéis. A procissão teve início na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, seguindo pela Reinoldo Rau até a Quintino Bocaiúva, onde contornou a praça Ângelo Piazera e retornou à Matriz para a bênção final.