A sala de estar é geralmente é a entrada de uma residência, embora algumas possuam um hall de entrada, é a sala o primeiro cômodo que o morador ou visitante veem quando entram em uma casa, então vale a pena investir em uma primeira impressão.

A começar pelo sofá, onipresente nas salas de estar, a característica principal seria o conforto, devendo ser testados antes de comprar para agradar ao gosto dos usuários. Opte ainda por sofá retrátil, pois quando recolhido permite melhor circulação no ambiente.

Tomando o conforto como premissa, a dica é impermeabilizar o sofá para que se possa desfrutá-lo sem a preocupação de manchar com bebidas e comidas. Tecidos delicados como o veludo também não são recomendados para espaços do dia a dia, pois demandam maiores cuidados. Cores claras ajudam a ampliar o espaço e cores sólidas ajudam na composição da decoração, uma vez que o sofá é o maior móvel do cômodo.

Sofás em dois tamanhos do mesmo modelo, um de quatro lugares e outro de dois, já não são mais utilizados, prefira combinar o sofá principal com poltronas ou sofás com estilos e cores diferentes, mas que orne com o resto do ambiente, fugindo da tradicional composição muito utilizada nos anos 2000.

Para escolha do tamanho ideal de televisão, deve-se atentar não apenas a distância para com o sofá, mas também na proporção da mesma no cômodo. Uma televisão de 32”, por exemplo, não ficaria harmoniosa em uma sala comprida, mesmo que o sofá esteja próximo.

O rack da TV deve ser pensado para ser funcional e bonito, opte por um painel que esconda a indesejável fiação, mas atente-se para ter acesso a ela, caso um dia precise, prevendo aberturas discretas (quase imperceptíveis), além de dos equipamentos que pretende usar, como fiação para tv a cabo, cabo hdmi para conectar ao computador ou até cabo de rede para wifi.

Como a sala geralmente ocupa um grande espaço da residência e se passa muito tempo nela, evite decorá-la com cores chamativas que possa enjoar. Opte por ousar nos detalhes, como um abajur diferentão, vasos coloridos ou até uma cadeira suspensa.

Para a decoração, a vegetação artificial pode ser uma grande aliada, além de quadros, aparadores, puffs e mesas de centro, bem como papel de parede, espelhos, cortina e lustres. Por falar em mesa de centro, uma grande tendência vista nas feiras de arquitetura é a composição de mesas de centro, onde duas mesas com estilos diferentes se sobrepõem.

Mesas de apoio são muito práticas e vem sendo muito utilizadas, vale a pena investir nelas! Depois que acostuma percebe-se o quão práticas são.

Por fim, o objeto que une todos os móveis soltos presentes, é o tapete, que deve abranger os principais móveis, no caso, o sofá, rack de tv, poltronas e mesa de centro, integrando tudo e harmonizando o espaço. A Eixo 11 lhe ajuda na escolha dos móveis e a prever as melhores soluções para cada ambiente aproveitando ao máximo o espaço que se dispõe.

Artigo escrito pelas arquitetas e urbanistas Jeanita Bonato (CAU/SC A135996-7) e Mariana Silva (CAU/SC A150451-7).

-

Onde encontrar a Eixo 11: rua Pres. Juscelino, 45, Ed. Ana Isabel, sala 02, Centro de Jaraguá do Sul • (47) 3370-0070 • 9 9942-6030 | FacebookInstagram