Pensando em construir ou reformar sua residência, ou ambiente comercial? Esse é um passo muito importante na vida de qualquer pessoa - a conquista do espaço próprio. Porém, pensar nas obras e nos detalhes da construção é uma tarefa que não pode ser impactada pelo seu entusiasmo.

A maioria das pessoas pensa em transformar um desejo, um modelo de revista, no que se pretende construir. Assim pulam a etapa de contratar um arquiteto, levando a graves consequências, como a ineficiência dos espaços ou o aumento dos gastos, o que é no mínimo irônico considerando que a intenção inicial era justamente economizar.

Foto Divulgação

Além disso, poderá evitar que esse sonho se torne um pesadelo, devido aos mais variados problemas que surgem na obra, que por sinal, não são poucos!

Você pode ter muitas ideias, mas dificilmente conseguirá concretizar sem o conhecimento técnico profissional. Contratando um arquiteto, ele desenvolverá um projeto único, com a sua personalidade, além de tornar a edificação mais valorizada, garantindo a qualidade de vida e evitando custos altos com manutenção e gastos não planejados durante a obra.

Foto Divulgação

Sendo assim, é fundamental a contratação dos desenhos técnicos que irão designar sobre o posicionamento de portas e janelas, a dimensão de ambientes, a estrutura da fachada, entre outras informações.

Porém, para planejar e executar tudo isso, surgem os projetos complementares, que devem ser elaborados:

  • Projeto estrutural: cálculo e dimensionamento de fundações e estrutura que irá sustentar a edificação, com descriminação dos materiais que serão utilizados;
  • Projeto hidrossanitário: é o que dispõe sobre as tubulações e o abastecimento de água da residência, bem como a passagem de detritos para o sistema de coleta local;
  • Projeto elétrico: dimensionamento da rede, regula a passagem de fios, a criação de tomadas, soquetes para iluminação e a comunicação com o abastecimento de energia.

Outros projetos, opcionais, dizem respeito à dinâmica da construção e o que os moradores esperam obter:

  • Abastecimento de GLP: em prédios residenciais, muitas vezes o abastecimento de gás é feito através de tubulações em todos os apartamentos;
  • Luminotécnica: regula a quantidade de luz que cada ambiente deve receber e como realizar essa iluminação de forma econômica;
  • Comunicação: dispõe sobre a instalação de telefone, comunicação por interfone, internet, automação residencial, sistema de alarmes, circuito interno de TV, etc.

A Eixo 11 Arquitetura, através da sua equipe multidisciplinar realiza todos estes projetos, procurando integrar os espaços de acordo com as necessidades e o orçamento do cliente. Verificamos as melhores funcionalidades internas, seja nas dimensões de circulação, mobiliário, iluminação e ventilação obtendo aproveitamento e conforto para os espaços.

Foto Divulgação/Eixo 11/Marcelo Luiz

Um bom planejamento pode reduzir os custos de execução, já que minimiza a quantidade de erros durante a obra, fazendo com que as funções sejam cumpridas da melhor forma com o menor gasto possível.

Artigo escrito pelas arquitetas e urbanistas Jeanita Bonato (CAU/SC A135996-7) e Mariana Silva (CAU/SC A150451-7).

-

Onde encontrar a Eixo 11: rua Pres. Juscelino, 45, Ed. Ana Isabel, sala 02, Centro de Jaraguá do Sul • (47) 3370-0070 • 9 9942-6030 | FacebookInstagram