A escolha do terreno é uma das etapas mais importantes para a construção da sua casa, assim analisar todos os pontos positivos e negativos dos terrenos disponíveis e decidir qual será a melhor escolha requer muita atenção e cuidados.

O primeiro passo para a escolha do terreno é avaliar as necessidades e funcionalidades que a família deseja, como quantidade de quartos, pavimentos, escritório, área de lazer com piscina, garagem, entre outros. Estes aspectos irão lhe auxiliar para definir a dimensão ideal do terreno para sua casa e orientar o arquiteto para criação do seu projeto.

Avalie as condições do terreno, que pode ser plano (frente e fundo com o mesmo nível da rua), em aclive (fundo do terreno é mais alto que a rua) ou em declive (fundo é mais baixo que a rua).

Quando o terreno tem estas inclinações, um bom projeto pode aproveitar melhor as características da topografia e evitar grandes cortes de terra ou aterros que podem encarecer a construção. Quanto maior for a inclinação do terreno, maior serão os gastos com terraplanagem, aterros e até muros de arrimo.

O tipo de solo do terreno é uma característica importante a ser avaliada, pois, terrenos com muitas pedras geralmente tem solo duro e de difícil escavação para as fundações. Já terrenos com umidade excessiva causam problemas com infiltrações e umidade. O ideal é contratar uma sondagem que avalia em que camadas estão os solos apropriados para apoiar o alicerce e assim definir os tipos de fundações necessárias.

Outro aspecto importante é a orientação solar ou insolação. Observar onde o sol nasce e se põe em relação ao seu terreno é muito importante para saber qual será a posição na sua casa.

Para evitar surpresas com a documentação, certifique-se sobre a lei de zoneamento municipal que determina o que pode ser construído em cada região.

As exigências mais comuns das prefeituras são:

  • Recuos laterais e frontais: determina quantos metros você deverá deixar sem construção na frente e laterais do seu terreno.
  • Taxa de ocupação: determina o percentual do terreno que você poderá construir.
  • Altura máxima: determina a altura máxima da sua casa a partir do nível da rua.

É muito importante analisar a infraestrutura disponível no loteamento do terreno desejado. Os itens básicos que não podem faltar são: asfalto, coleta de lixo, iluminação das ruas, rede de água e esgoto, energia elétrica, gás encanado, telefonia e internet.

Para efetuar a compra, não basta analisar só as características acima, verifique a documentação do terreno. É indicado pedir uma viabilidade de construção na prefeitura do seu município, nesta verificação você terá informações sobre enchentes, linhas de água próximas, entre outros.

Foto Divulgação/Eixo 11

Também é necessário a Certidão negativa de débitos que informa se não há pendências do atual proprietário junto a Prefeitura.

Gostou das nossas dicas da escolha do terreno ideal para construir o seu sonho? Entre em contato com a Eixo 11 Arquitetura, e podemos lhe auxiliar nesta escolha, trazendo mais tranquilidade e segurança para sua família.

Artigo escrito pelas arquitetas e urbanistas Jeanita Bonato (CAU/SC A135996-7) e Mariana Silva (CAU/SC A150451-7).

-

Onde encontrar a Eixo 11: rua Pres. Juscelino, 45, Ed. Ana Isabel, sala 02, Centro de Jaraguá do Sul • (47) 3370-0070 • 9 9942-6030 | FacebookInstagram