Foto Divulgação/Eixo 11
Foto Divulgação/Eixo 11

Banheiros muitas vezes são subestimados, ficando nos cantos que sobram. São simples de projetar conhecendo as disposições, mas sem o devido conhecimento, o layout pode não ficar funcional e a estética desarmoniosa. Para evitar tais casos separamos algumas dicas e tendências de banheiros para adotar em residências.

Primeiramente, diferenciamos banheiros de lavabo pela presença do chuveiro, quando se tem chuveiro é chamado de banheiro, e quando não for o caso chama-se de lavabo. Banheiros também possuem dimensões mínimas, sendo de 1,0x2,40m para banheiros retangulares e 1,60x1,60m no caso de banheiros quadrados.

A disposição dos móveis não tem segredo, quando se tem ideia do fluxo e do que é mais agradável de se ver quando abre a porta. Em banheiros retangulares geralmente são colocadas todas as louças sanitárias na mesma parede (a fim de diminuir o gasto com tubulação), iniciando pela pia, seguida pelo vaso sanitário e por fim o chuveiro.

Já os banheiros quadrados, a porta fica próxima a uma das paredes laterais e quando se abre é visto a pia, na lateral encontra-se o vaso e na diagonal oposta está localizado o chuveiro.

Banheiros grandes possuem a possibilidade de pias duplas, dois chuveiros e banheira ou spa, além de possuir uma maior quantidade possível de layout, mas que não costuma fugir muito da essência dos banheiros pequenos (pia de frente para a porta, vaso no lado e chuveiro/banheira nos fundos).

Com a disposição pronta podemos definir os tipos de louças. Existem cinco tipos de pias mais utilizados, sendo eles: embutida (escondida, mas com mais espaço na bancada), semi-encaixe (recomendada para bancadas com pouca profundidade), sobrepor (apenas uma parte fica visível, o resto está embutida), apoio (toda ela fica visível, mais usada em espaços maiores) e esculpida (pia moldada em granito ou porcelanato, não na tradicional cerâmica). Atualmente se utiliza muito as pias de apoio na cor preta.

Vasos sanitários possuem dois modelos, com caixa acoplada e válvula de descarga, ambas com suas vantagens. Com caixa acoplada possuem maior facilidade para manutenção e consome menos água, já as opções com válvula de descarga possuem uma estética mais limpa e valor menor.

A tendência, em função da crescente preocupação com a sustentabilidade, é cada vez mais adotar os com caixa acoplada e também na cor preta.

Chuveiros, por sua vez, em sua maioria são elétricos e geralmente na cor branca, ou duchas, metalizadas e quando aquecidos são por meio de energia solar ou gás. Chuveiros no estilo ducha estão crescendo conforme a energia solar se populariza, e também seguem a tendência da cor preta.

Em banheiros grandes, acaba sendo possível dispor de banheira de imersão ou spa, que se diferenciam pela presença de jatos de hidromassagem. É sempre bom lembrar que definir os móveis que se deseja já no início é muito importante, principalmente no caso de banheiras que ocupam um grande espaço e podem influenciar a disposição de todos os outros cômodos da residência.

Espelhos por sua vez, estão seguindo o formato mais circular ou arredondado, não mais nos tradicionais quadrados e linhas retas, além de possuírem iluminação e acessórios de banheiro, como os porta toalhas, cabide e papeleira.

Artigo escrito pelas arquitetas e urbanistas Jeanita Bonato (CAU/SC A135996-7) e Mariana Silva (CAU/SC 199214-7).

-

Onde encontrar a Eixo 11: rua Pres. Juscelino, 45, Ed. Ana Isabel, sala 02, Centro de Jaraguá do Sul • (47) 3370-0070 • 9 9942-6030 | FacebookInstagram