"Sentir para fazer sentido"

Foto: FerGalindo980/Pixabay Foto: FerGalindo980/Pixabay

Colunistas

Por: Andreia Chiavini

sexta-feira, 11:00 - 17/06/2022

Andreia Chiavini

Sentir para fazer sentido, essa frase está muito presente nos últimos anos de minha vida. Para uma pessoa sistemática é difícil entender que não temos o controle de tudo. Essa lógica que buscamos encontrar nos desconecta da nossa essência, da espiritualidade, enraizando um formato mental que tem que ter um início, meio e fim e ser tudo racional. Simplesmente não nos deixamos sentir e por isso, a vida que teimamos em levar, na realidade não tem lógica nenhuma. Uma lógica baseada na mente, em fatos que podemos provar e comprovar infinitas vezes, é ela que nos domina.

A mente, mente para a gente. Ela nos domina, controla e evita que nos deixemos simplesmente ir. A mente nos trava, não sonha, não vibra. Ela fala, mas não sente e o que sente em muitas vezes são projeções de possibilidades e não de realidade. A mente nos educa que tudo na vida tem que ter um motivo racional para os sentimentos acontecerem. E para aprendermos a vida nos derruba, nos sacode, nos dá uma mexida para que as emoções comecem ser sentidas e não entendidas. E quando sentimos, a alma vibra, as emoções vêm a flor da pele e esse sentir é mágico, grandioso.

A vida não é racional, não é cientifica e não deixa que a provem e comprovem. A vida é baseada em energia como prova a física quântica. Somos intuição, percepção, conexão. Se autorizarmos sentir e permitir que essa nova “lógica” guie a nossa vida, tudo fará sentido. A alma adiada adoece e o corpo padece, fica esperando, adoecendo por falta de atenção. Não precisamos acreditar que tudo tem que estar definido e esquematizado, teremos perdas, teremos ganhos, teremos vivências, aprendizados. Iremos chorar sem racionalizar, apenas sentir, e é isso que faz sentido.

A felicidade não é uma moeda de troca, ela pode vir sem ser um prêmio por ter cumprido tudo o que se propôs a fazer. Soltar as amarras, mesmo que um pouquinho. Permitir que a emoção e os sentimentos te invadam e vai lá fazer e sentir tudo o que sempre quis. Não vai ser no “momento certo” ou na ocasião especial que você fica marcando. Vai ser todo dia um pouquinho e às vezes, vai ser muito de uma vez só. Eu amo sentir, mas raramente eu sinto muito. Só sinto muito por quem escolhe não sentir nada. A felicidade pode aparecer por permissão, podemos ser felizes, mesmo quando o coração chora.

O tempo passa, o corpo fica exausto, a alma está infeliz e nada faz sentido. Essa lógica não é mais a minha. Comecei a fazer as coisas da minha maneira e despertei. Não sei como vai ser, mas já sei que não pode ser mais como era antes e aí que começa a verdadeira busca. Quantas coisas deixei de viver insistindo em tentar achar uma explicação? Deixa pra lá.

A vida é uma história que precisamos colecionar as coisas que nos representam e assim construímos a nossa jornada e o caminho se torna mais verdadeiro, mais íntegro e menos lógico. Viver de lógica e pontos corrido é pra quem calcula a vida e números não são mais o meu forte. Por isso escrevo aqui, quem sabe essa combinação de letras, palavras e expressões faça você sentir, para fazer sentido.

Andreia Chiavini Movimento e Bem Estar

Endereço: Rua Emílio Stein 84 - Centro

Contato: Telefone e Whats 47 3271-8297

Redes sociais: Facebook e Instagram @andreiachiavini.pilates ou Instagram @andreiachiavinicentrointegrado | Site: www.andreiachiavini.com.br

×