A criação de novos hábitos não é muito fácil, pois ele precisa entrar na nossa rotina. Mas mudar o hábito existente é muito mais difícil e desafiador.

Vou contar uma breve historinha para você: A pessoa está caminhando na rua e cai num buraco, ela não viu e caiu lá. Fica ali dentro daquele buraco reclamando e chamando alguém para poder tirá-la e culpando todo mundo porque aquele buraco não deveria estar ali, ninguém ajuda ela sair do buraco. Ela consegue sair do buraco, reclamando e com muita dificuldade.

No dia seguinte caminhando pela mesma rua, cai no mesmo buraco, ela já olha um pouco desconfiada, segue reclamando, mas já começa a entender que tem algo além e ela se esforça mais para sair sozinha do buraco. No terceiro dia, caminhando pela mesma rua, cai no buraco, no mesmo buraco e ela não reclama mais, sai do buraco de forma mais rápida. No quarto dia, caminhando pela mesma rua, ela não cai no buraco, ela passa pelo buraco e dá a volta. No quinto dia, ela muda de rua, ela vai por outro lugar.

Uma história muito simbólica, porque ela mostra que o buraco segue lá, mas você tem escolhas, pode ir por outro caminho, pode criar novas possibilidades e se libertar de antigos hábitos que não fazem mais sentido.

Mudar os nossos hábitos é muito difícil principalmente porque eles fazem parte do nosso ser, é confortável e muitas vezes estão tão inseridas em nossas vidas, que o nosso gasto energético é mínimo para fazê-lo. Mas esse hábito realmente me serve? Cair o tempo todo no mesmo buraco por eu ter como habito passar pela mesma rua, realmente é saudável?

Precisamos compreender que os nossos hábitos não surgem do nada e se despedir dele é muito mais desafiador do que criar novos. Mas o primeiro caminho é criar consciência que esse hábito não te faz mais bem. Em algum momento ele foi muito importante na sua vida, pois não foi à toa que ele foi criado por você.

Muitas vezes nosso corpo assume muitas posturas para aliviar nossos desconfortos momentâneos, e essas posturas acabam se tornando viciosas e assumindo um novo formato no nosso corpo. No futuro desencadeia outras sensações que já não são mais tão boas. Comer aquele chocolate num momento de tristeza te proporciona uma recompensa rápida e facilmente se torna um hábito e com o tempo te trouxe mais prejuízos do que satisfação.

Chegou a hora de substituir o habitual por algo diferente. E é onde a dificuldade começa. Você sabe o quanto seria maravilhoso mudar, mas sabe que para chegar nessa mudança é necessário atravessar a ponte para buscar coisas novas e ter boas respostas após a travessia. Mas antes de atravessar essa ponte, é necessário deixar para trás aquilo que já não te faz mais bem, se despedir do que não serve mais, e aí sim seguir experimentando e escolhendo conscientemente o caminho e escolher, escolher e escolher.

Andreia Chiavini Movimento e Bem Estar

Endereço: Rua Emílio Stein 84 - Centro

Contato: Telefone e Whats 47 3271-8297

Redes sociais: Facebook e Instagram @andreiachiavini.pilates ou Instagram @andreiachiavinicentrointegrado | Site: www.andreiachiavini.com.br