Foto Divulgação
Foto Divulgação

Muito se ouviu falar nos últimos meses sobre o ozônio, suas funcionalidades e benefícios, pois bem agora é possível você ter esses benéficos também nos cabelos, alinhado a tecnologia do Micro Mist (um aparelho com tecnologia japonesa) que tem transformado o mercado da beleza.

Conversando com a Mayara, do Illuminé, expert K em tratamento e saúde capilar, ela comenta como seu princípio ativo principal (Micro Mist) é a água, e ela é o princípio de tudo, o então aparelho vem para a liminar as bactérias acumuladas no fio e também no couro cabeludo, além, é claro, de fazer essa oxigenação no couro cabeludo, ajudando no crescimento e desenvolvimento dos fios.

O Micro Mist devolve água para o fio, com moléculas 100 vezes menores, alinhado a uma vibração ultrassônica que recupera os fios dos malefícios de processos químicos como coloração, progressivas, e uso mecânico como chapinha e secador.

Esse é um dos tantos aparelhos que estão no mercado para ajudar nessas terapias capilares, que já tomam conta do mercado. Hoje, as pessoas estão preocupadas em cuidar de si e também atentas ao novo.

Em épocas de pandemia, o que a gente quer mesmo é estar em segurança com a saúde e não descuidando da saúde capilar também. Viva o novo e suas tecnologias! "Bora" eliminar as bactérias do couro cabeludo e ainda recuperar as madeixas, deixando elas ainda mais hidratadas e com brilho intenso.

SP-Arte: no modelo online

Essas últimas semanas aconteceu a SP-Arte (esse ano com edição online), uma das mais importantes exposições de arte do país, que acontece em São Paulo todos os anos. Essa cultura sobre valorização à arte tem mudado com o passar dos anos no Brasil.

Diferentemente dos países europeus, nossa aproximação com a arte demorou para acontecer e ainda é algo visto com pouca importância por aqui. Nos países como França, Itália, Estados Unidos e outros, isso já está intrínseco na própria educação infantil, quando as aulas de arte e história acontecem nos próprios museus, assim as crianças já são educadas a terem essa cultura de arte e história muito presentes.

Podemos falar sobre os artistas em ascensão na arte contemporânea brasileira, que vêm ganhando destaque em várias exposições mundo afora. Além da beleza traduzida nas suas obras, ter uma obra de arte também é forma de investimento, pois esse mercado se valoriza a cada ano.

Alguns dos artistas brasileiros que vale a pena conhecer as obras: Gonçalo Ivo, Juan Parada, Abraham Palatnik e também a jovem Yasmin Guimarães.

Obra de Gonçalo Ivo

 

Obra de Yasmin Guimarães

Essas obras estão disponíveis na Simões de Assis (Instagram @simoesdeassis_)

Vamos falar de streaming!

Já é de praxe as nossas dicas de entretenimento por aqui, e esta semana está recheada de novidades na Netflix! Tem a estreia de “A Duquesa”, uma série incrível, que vale gastar um tempo para se deliciar com a história que ela conta. Já nos filmes, tem a estreia de “Procura-se Um Pai”, super fofo e emocionante.

E na TV aberta, temos a estreia do reality show “A Fazenda”, que promete uma temporada de muita confusão e gritaria. Jojo todinho é uma das confirmadas, e promete animar a casa. Então tem opção para os próximos três meses na TV aberta também, viu?

Foto Divulgação

Remake de Pantanal e outras obras da TV brasileira

Com esse momento de pandemia, os conteúdos para entretenimento ficaram restritos às reprises e, assim como “Laços de Família”, que acaba de estrear na Globo, vem aí o remake de “Pantanal”, uma grande obra de Benedito Rui Barbosa que, nos anos 1990, fez muito sucesso na extinta TV Manchete.

Quem não lembra da Juma (a mulher que se transformava em onça), em pleno Pantanal mato-grossense? A nova roupagem vai ser a grande estreia para 2021 na Globo, com direção de Ricardo Waddington e supervisão de Silvio de Abreu.

Resta saber quem será a nova protagonista desse remake. Enquanto isso, no vale ver de novo, você pode se deliciar com “Laços de Família” durante as tardes de primavera.

Foto Divulgação

Me acompanhe nas redes sociais: Facebook | Instagram