O primeiro caça Gripen da Força Aérea Brasileira, adquirido em um pacote de 36 aeronaves junto à empresa sueca Saab, realizou nesta quinta-feira (24) o seu primeiro voo no país. Ele decolou do Aeroporto Internacional de Navegantes, no Litoral Norte de Santa Catarina, com destino à fábrica da Embraer, na cidade de Gavião Peixoto, no interior de São Paulo.

O caça saiu pouco depois das 14h e levou cerca de 50 minutos para pousar no destino final. Conduzida por um piloto de testes da empresa sueca, a aeronave foi escoltada por outros dois aviões militares durante todo o percurso.

No último domingo (20), o Gripen chegou ao país de navio pelo porto de Navegantes, vindo desde Norrköping, na Suécia. Já na madrugada de terça-feira (22), uma megaoperação conduziu o avião até o aeroporto, onde ficou em um hangar sendo preparado para o primeiro voo em solo brasileiro.

A nova aeronave deverá fazer uma aparição de demonstração em Brasília (DF) no dia 23 de outubro, durante cerimônia alusiva ao Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira.

Em 2014, o Brasil assinou o contrato com a empresa Saab no valor de 39,3 bilhões de coroas suecas (cerca de R$ 24 bilhões, em valores atuais), para o desenvolvimento e a produção de 36 aeronaves. O acordo também inclui um programa de transferência de tecnologia que permita à indústria aeroespacial brasileira dominar a tecnologia e o conhecimento necessários para, futuramente, manter e desenvolver o Gripen no Brasil.

A expectativa é que as outras 35 unidades sejam entregues até 2026.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul