Foto Reprodução
Foto Reprodução

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra um homem, que afirma ser detento do regime semiaberto, relatando a situação precária do Presídio Regional de Blumenau e pedindo ajuda da Justiça de Santa Catarina.

No depoimento, o homem diz que "estão à mercê de um descaso total" e "sem condições humanitárias de convívio" no local. De acordo com ele, os sistemas hidráulicos, de esgoto e elétricos estão danificados, "sem contar a presença de ratos e baratas, transmissores de doenças". No vídeo, o suposto detento também reclama da superlotação do presídio, situação que vem repercutindo desde o mês passado, quando presos foram liberados por falta de vagas.

Em virtude da pandemia de coronavírus, ele solicita ao Poder Judiciário que reavalie os processos dos internos do regime semiaberto. Em Santa Catarina, a Justiça mandou soltar mais de mil detentos por conta da doença. A decisão favoreceu presos dos grupos de risco, como idosos, e aqueles perto de progredirem para o regime aberto. Desde o dia 18 de março, o Governo do Estado suspendeu as visitas de familiares nas penitenciárias.

Em nota, o Departamento Estadual de Administração Prisional (Deap) comunicou que o vídeo será periciado para apurar a veracidade, e que instaurará sindicância para identificar as circunstâncias e as responsabilidades.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul