Três homens acusados de matar a mulher de um integrante de uma facção rival foram presos pela Delegacia de Homicídios (DH), no começo da manhã desta sexta-feira (18), no bairro Aventureiro, em Joinville. Segundo as investigações, eles são membros da facção criminosa PGC (Primeiro Grupo Catarinense) e acusados de matar Ana Paula dos Santos Martins, de 22 anos.

Quer receber as notícias no WhatsApp? Clique aqui

O crime ocorreu no dia 10 de dezembro do ano passado, em uma residência na rua Frontin, no bairro Jardim Iririú. A vítima foi encontrada sem vida na cama em um dos quartos, segundo apurado pela Rede OCP News no dia do homicídio.

Segundo o delegado Elieser Bertinotti, os três homens invadiram a casa da mulher, viúva de um integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital), e a mataram a disparos de arma de fogo. As investigações da DH concluíram que a mulher foi morta em um "contexto de disputa entre facções criminosas".

A DH reuniu provas que "atribuem responsabilidade aos mandantes do homicídio, sabidamente integrantes de alto grau hierárquico na organização criminosa", segundo o delegado.

Armas e materiais usados pela facção criminosa apreendidos pela Polícia Civil | Foto Polícia Civil/Divulgação

Além das prisões dos três homens, a Polícia Civil apreendeu armamento utilizado pela facção e instrumentos que eram usados para a operação do grupo criminoso.

LEIA MAIS:

Quantidade de homicídios em Joinville está relacionada com o crime organizado, aponta DIC