Um homem suspeito de matar uma mulher trans no Norte da Ilha foi preso na tarde desta terça-feira (10) em Itapema, no Vale do Itajaí. O autor do crime, que seria conhecido da vítima, foi detido por meio de mandado de prisão expedido pela Justiça.

Kamylla Roberta, de 29 anos, foi assassinada com golpe de barra de ferro na parte de trás da cabeça. O corpo foi encontrado em 7 de junho, no apartamento dela, em Canasvieiras. Uma amiga estranhou a ausência de Kamylla e acabou a encontrando morta no apartamento.

A morte teria ocorrido após uma briga. A família da vítima, que é natural de São José dos Campos (SP), sepultou Kamylla no cemitério de Ratones, em Florianópolis.

De acordo com o delegado Enio de Oliveira Matos, da Delegacia de Homicídios da Capital, investigadores de Itapema e Chapecó auxiliaram nas diligências para localizar o investigado.

Quer receber as notícias no WhatsApp?