A Polícia Civil já tem um suspeito para o assassinato de uma mulher transexual, no Norte da Ilha. A vítima foi morta com golpes de barra de ferro e o seu corpo foi encontrado na noite da última quinta-feira (7), em Canasvieiras. Segundo o delegado Ênio Matos, da Delegacia de Homicídios da Capital, o autor do crime seria um conhecido dela. A morte teria ocorrido após uma briga.

O Instituto Geral de Perícias confirmou que a mulher trans se identificava como Kamylla Roberta e tinha 29 anos. A causa da morte foi um golpe na parte de trás da cabeça que gerou traumatismo craniano. O corpo teria sido encontrado por um amigo que tinha a chave do apartamento dela.

Detalhes da motivação ainda não foram revelados pela polícia. Os investigadores tentam localizar o suspeito. O corpo da mulher, que é natural de São José dos Campos (SP), já foi identificado por familiares. Segundo o IGP, Kamylla foi sepultada no cemitério de Ratones. A família veio para o sepultamento e já foi embora.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?

Região de Jaraguá do Sul - Clique aqui

Região de Joinville - Clique aqui

Região de Florianópolis - Clique aqui