Transexual é morta a base de golpes com barra de ferro em Canasvieiras, no norte da capital. O corpo foi encontrado no apartamento que a mulher estava morando apenas alguns dias com namorado na Rua José Daux.

Apesar do companheiro dela estar desaparecido, não é considerado suspeito pelo delegado Ênio de Mattos que também descarta a possibilidade de ser crime por homofobia. Entretanto como ela se identificava pelo gênero feminino o delito pode ser classificado como feminicídio.

O Instituto Médico Legal (IML) fez a coleta do corpo para que o Instituo Geral de Pericia pudesse realizar a necropsia e identificação do cadáver, contudo nenhum outro laudo saiu até o presente momento.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?

Região de Jaraguá do Sul - Clique aqui

Região de Joinville - Clique aqui

Região de Florianópolis - Clique aqui