Suspeito de assassinar a própria esposa é preso em Blumenau

Foto: Redes sociais e Polícia Civil

Por: Luan Tamanini

25/10/2023 - 11:10 - Atualizada em: 25/10/2023 - 11:18

Um homem foi preso pelo crime de homicídio em Blumenau. De acordo com a Polícia Civil, ele matou a esposa, Danielle Tilles, após suspeitar que ela pudesse delatá-lo como um dos autores do assassinato do ex-marido dela, Joel Robson Goll. Conforme as investigações, ambos eram moradores de rua.

O corpo de Danielle foi encontrado por agentes de endemia no dia 24 de julho, parcialmente soterrado em um terreno baldio, localizado na Rua José Bonifácio, no bairro Itoupavazinha. Segundo a Polícia Civil, o corpo estava em avançado estado de decomposição e só foi identificado mais de dois meses depois, no dia 28 de setembro, após perícia na arcada dentária da vítima e exames por imagens apresentados pela família.

A causa da morte não pode ser determinada no laudo cadavérico, mas foram encontradas alterações suspeitas pelo corpo da vítima, que sugerem que ela tinha sofrido agressões.

Durante as investigações, os policiais conseguiram demonstrar que Danielle havia sido assassinada pelo marido. A vítima chegou a encaminhar áudios a familiares pressentindo o risco que estava correndo ao lado do atual companheiro.

Os investigadores também descobriram que Danielle havia sido assassinada em outro local, tendo seu corpo sido abandonado no terreno baldio onde foi encontrado. Após o crime, o suspeito, que morava na rua com a vítima, desapareceu do bairro Itoupavazinha.

Diante dos fatos, o delegado responsável pelo caso representou pela prisão temporária do suspeito. O pedido teve manifestação favorável do Ministério Público e a prisão do homem foi decretada pelo Poder Judiciário.

O suspeito foi localizado e preso no dia 19 de outubro na Rua Ver. Romário Conceição Badia, no bairro Itoupava Norte. Após detido, ele foi encaminhado à delegacia, onde foi interrogado. Na sequência foi conduzido ao Presídio Regional de Blumenau, onde ficará a disposição da Justiça.

Conforme a Polícia Civil, ele responderá pelo crime de homicídio qualificado e ocultação de cadáver. O inquérito policial tem o prazo de 30 dias para ser finalizado e encaminhado ao Poder Judiciário. Já as investigações do assassinato do ex-marido de Danielle (Joel) continuam em andamento visando identificar outros autores do crime.