Dados da Diretoria de Trânsito de Jaraguá do Sul apontam que os radares da cidade aplicaram 26.094 multas por excesso de velocidade, passagem no sinal vermelho e parada sobre a faixa de pedestre nos primeiros seis meses de 2019. O primeiro lugar é ocupado por um radar no bairro Ilha da Figueira.

Um equipamento localizado na esquina da rua José Theodoro Ribeiro e com a Carlos Oeschsler realizou 11% das notificações. Ao todo, o radar registrou 3.055 multas no período. De acordo com o diretor de Trânsito, o número de ocorrências naquele ponto se dá pelo desvio da SC-108.

 

 

“Esse número elevado é por causa de todo o trânsito que aquele local está recebendo da SC-108. Por isso, houve um grande aumento no número de multas registradas naquele equipamento”, comenta o diretor de Trânsito, Gildo Martins de Andrade Filho.

O segundo lugar é ocupado por radar localizado na avenida Prefeito Waldemar Grubba, no bairro Vila Lalau, na frente da Havan, com 5,86% das notificações geradas na cidade. Outro equipamento localizado na esquina da rua Joaquim Francisco de Paula totaliza 5% das infrações.

Maior fluxo

Andrade ressalta que, no geral, os locais que concentram o maior registro de multas também são os que têm o maior fluxo de veículos no município.

Além das entradas e saídas das cidades, as vias de acesso a indústrias e áreas residenciais também reúnem os equipamentos com maior número de infrações registradas.

A taxa de multas neste ano aumentou 50%. No primeiro semestre de 2018, foram registradas 17.281 notificações. De acordo com o diretor de Trânsito, o número de equipamentos instalados na cidade é o mesmo do ano passado.

“Nós cremos que o aumento do número de multas ocorreu porque as pessoas acreditam que vão ficar impunes. O fato é que os equipamentos estão lá e as vias onde estão instalados estão muito bem sinalizadas”, afirma Andrade.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: