A pedido do OCP, a Diretoria de Trânsito da Prefeitura de Jaraguá do Sul levantou as principais infrações cometidas pelos motoristas na cidade no primeiro semestre de 2019.

Em primeiro lugar, com 47% das 26.094 infrações cometidas no período, está o avanço de sinal vermelho.

O segundo lugar ocupado na lista é o excesso de velocidade em até 20% acima do permitido, com 38% do total.

No terceiro lugar, está a infração de parar sobre a faixa de pedestre, com 12% das multas registradas. O diretor de Trânsito, Gildo Martins de Andrade Filho, vê os números com preocupação.

 

 

Ele lembra que ultrapassar o sinal fechado é perigosíssimo para o trânsito. Conforme explicou, o ponto mais grave é que o motorista ultrapassa o sinal no vermelho mesmo sabendo que está sendo fiscalizado.

“Se está vermelho e o motorista avança o sinal fechado, é correto que está verde para alguém ou aberto para o pedestre. Isso pode causar um atropelamento ou mesmo um acidente com outro veículo”, destaca Andrade.

O excesso de velocidade é a infração que mais pode potencializar os danos de um acidente.

"O motorista não tem o controle sobre o veículo. Aumentando a velocidade, a probabilidade de esse acidente ser mais grave é maior”, frisa.

Andrade afirma que a incidência da parada sobre a faixa de pedestres ocorre quando o motorista não presta atenção no sinal.

“Isso implica diretamente na segurança do pedestre. Se o veículo está sobre a faixa, por onde é que ele vai passar com segurança? Com o sinal fechado, o pedestre deveria passar com segurança”, afirma.

Falta de educação

O trânsito de Jaraguá do Sul é considerado violento pelas autoridades.

Para Andrade, o alto índice dessas três infrações demonstra que os acidentes da cidade não são causados por falta de sinalização, pela falta de obras ou mesmo pelas condições das vias, mas sim falta de educação dos motoristas.

“Quando acontecem os acidentes, existe a tendência natural de terceirizar a culpa. Dizem que o culpado é o equipamento, o culpado é a sinalização, o culpado é o piso ou que o acidente foi causado pela falta de uma lombada. A maioria dos acidentes poderiam ser evitados com os motoristas obedecendo a legislação pura e simplesmente”, critica.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger