A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) e o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) realizaram nesta quarta-feira a promoção de oficiais e praças. Da PMSC, foram promovidos 43 oficiais e 108 praças.

Entre os promovidos por bravura está o agora cabo Jeferson Luiz Esmeraldino, de 33 anos, reformado por incapacidade física.

O policial foi baleado com um tiro de fuzil no abdômen no final da noite de 30 de novembro do ano passado, em confronto com criminosos que sitiaram Criciúma para assaltar a tesouraria regional do Banco do Brasil.

Naquele momento, o grupo cercava o batalhão e a guarnição de Esmeraldino deslocava em apoio.

O policial ficou um pouco mais de dois meses internado e agora se recupera em casa, em Tubarão.

Solenidade

A solenidade aconteceu no Centro de Ensino da PMSC, em Florianópolis. Entre os policiais promovidos, quatro alcançaram o posto de coronel e 14 a graduação de subtenentes.

Estiveram presentes a vice-governadora do Estado de Santa Catarina, Daniela Reinehr, acompanhada do comandante-geral da PMSC, coronel Dionei Tonet, o subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Marcos Aurélio Barcelos, que representou o comandante-geral do CBMSC, coronel Charles Alexandre Vieira.

A vice-governadora Daniela Reinehr parabenizou aos agraciados e lembrou da importância da valorização do corpo militar.

“Tanto a nossa Polícia Militar quanto o nosso Corpo de Bombeiros Militar são exemplos no país inteiro. Nossas práticas e nossos protocolos são exemplares e isso se deve a boa formação de todos”, completou.

O comandante-geral da PMSC, coronel Dionei Tonet, lembrou da importância da integração entre as forças de Segurança em Santa Catarina.

“Momentos como este, de celebração das boas práticas que executamos no nosso dia a dia, são exemplos de como devemos continuar agindo para a segurança do cidadão catarinense”, afirmou Tonet, que terminou a sua fala parabenizando os praças e oficiais promovidos.

Entre os praças da PMSC, 14 sargentos alcançaram a graduação de subtenente, além das dezenas de policiais militares que foram promovidos à cabo, 3º, 2º e 1º sargentos. Ao todo, oito soldados foram promovidos à cabo por ato de bravura (três de Criciúma, dois de Florianópolis e um cada, respectivamente, de Tubarão, Sangão e São José).

Confira