A Prefeitura de Jaraguá do Sul afastou o servidor flagrado furtando ferramentas de um almoxarifado. Nesta quarta-feira (8), um processo administrativo foi aberto para apurar a conduta do funcionário público. Ele pode ser exonerado ao final da tramitação do procedimento.

De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura, os prazos de tramitação do processo administrativo estão suspensos por causa do decreto de emergência do novo coronavírus. A Polícia Civil também está investigando o caso.

O flagrante aconteceu na tarde desta terça-feira (7), por volta das 15h30. Um fiscal da Prefeitura ligou para o número de 190 e disse que denúncias apontaram que o servidor estava cometendo um furto no almoxarifado. Uma guarnição foi enviada e, durante o caminho, abordou o veículo do funcionário público.

No porta-malas do automóvel, os policiais militares encontraram 320 metros de fios elétricos de cobre, três caixas com parafusadeira, furadeira e um carregador de bateria, além de um macaco hidráulico e outras ferramentas.

Foto: 14º BPM/Divulgação

O autor admitiu que pegou os itens do almoxarifado, mas alegou que seria um empréstimo e que devolveria as ferramentas no dia seguinte. Mas o gerente foi até o local, constatou que as ferramentas eram da Prefeitura e disse que nenhum acordo de empréstimo foi feito.

O homem de 47 anos foi preso por peculato (crime cometido por agente público) e levado para a Central Regional de Plantão Policial de Jaraguá do Sul.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança