A agente de polícia da Polícia Civil do Distrito Federal Rafaela Luciene Motta Ferreira foi presa novamente na noite de sexta-feira (6).

Rafaela é acusada de perseguir o ex-namorado, cometendo o crime de stalking (perseguição).

Ela já havia sido detida na última terça (3), quando invadiu o complexo da PCDF em Brasília para tentar impedir que a vítima prestasse depoimento a respeito.

 

 

Além da prisão, a Justiça autorizou a apreensão de celulares, arma e outros objetos pertencentes à policial.

O Judiciário entende que Rafaela pode atrapalhar o andamento das investigações se continuar em liberdade.

O ex-namorado de Rafaela afirmou à polícia que conheceu a mulher em 2018, mas quis romper a relação após desentendimentos. A mulher, no entanto, não teria aceitado o término.

Segundo as investigações, a suspeita chegou a perseguir o homem no local de trabalho.

Rafaela é conhecida por concurseiros e estudantes do DF. A agente possui perfis nas redes sociais onde divulga seu trabalho como professora de português e palestrante.

*Com informações do Jornal de Brasília.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito, ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança