O funcionário de um hospital de Lages, na Serra catarinense, foi indiciado pela Polícia Civil por delito de peculato. Ele foi alvo de um inquérito por supostamente apropriar-se de material hospitalar e revendê-lo.

 

 

De acordo com o delegado Sérgio Roberto de Sousa, da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Lages, o suspeito era engenheiro clínico contratado pelo estado de Santa Catarina e atuava no Hospital Geral e Maternidade Tereza Ramos (HGMTR).

As investigações apontam que ele teria se apropriado de três ventiladores pulmonares de transporte, adquiridos recentemente, que iriam compor a nova ala do hospital. O material é avaliado em mais de R$ 60 mil reais.

Segundo o delegado, o suspeito os revendeu para um empresário de Balneário Camboriú. Após a descoberta do crime e de quem era o comprador, a polícia foi até a cidade do litoral e recuperou os três aparelhos.

O investigado foi interrogado e, segundo a Polícia Civil, confessou em parte a prática do crime. Os equipamentos recuperados foram devolvidos ao hospital, e o inquérito policial foi remetido para o Fórum.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram

Facebook Messenger