Na manhã desta sexta-feira (21), a Polícia Civil dearticulou um grupo criminoso investigado por ordenar uma série de homicídios. A operação foi realizada em Palhoça, na Grande Florianópolis.

Os policiais cumpriram mandados de prisão temporária e de busca e apreensão nas residências dos investigados. São apurados homicídios, tentativa de homicídio e organização criminosa.

 

 

Conforme a polícia, uma das vítimas foi morta no bairro Pontal, no dia 4 de janeiro deste ano, sob tortura e teve sua morte divulgada em grupos privados.

As diligências realizadas nesta sexta-feira resultaram na apreensão de três armas de fogo: duas pistolas e um revólver, possivelmente utilizados nos crimes.

Foram encontrados, além das armas e munições, diversos manuscritos oriundos do sistema prisional na casa de investigados.

Foram encontrados diversos manuscritos oriundos do sistema prisional na casa dos suspeitos | Foto: Polícia Civil/Divulgação

Prisões

Ao todo, cinco suspeitos foram presos - um deles, em flagrante, por posse de arma de fogo. De acordo com a delegada Raquel Freire, “há indícios de envolvimento de uma organização criminosa atuante dentro e fora dos presídios catarinenses”.

Ela informou, ainda, que as diligências continuam e os presos na operação de hoje ficarão à disposição da Justiça.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram