Uma mulher de 50 anos fez uma denunciação caluniosa contra a nora no início da noite desta quarta-feira (3), em Jaraguá do Sul, segundo a Polícia Militar (PM). A ligação telefônica com a comunicação de suposta ameaça de morte a um bebê e tentativa de suicídio de mulher foi recebida pela PM às 18h20 e causou grande mobilização dos órgãos de segurança.

O caso foi registrado na rua Manoel dos Santos, no bairro Ilha da Figueira. A mulher disse que a nora de 19 anos estaria armada com uma faca ameaçando o neto dela. Segundo a polícia, a comunicante disse que suspeitava que a nora tentaria cometer suicídio.

A movimentação de urgência

Duas equipes de policiais de radiopatrulha e mais uma guarnição do Patrulhamento Tático foram com urgência até o endereço informado. Durante o deslocamento das viaturas, a PM pediu, por telefone, apoio dos Bombeiros Voluntários para o socorro de urgência.

Quando a PM chegou no local informado, encontrou um casal com o filho de colo em frente a uma residência. Segundo relato da PM, a situação estava "na mais completa paz". Os policiais militares conversaram com um jovem de 19 anos, que afirmou que sua mulher nada fez contra o filho de poucos meses.

Cerca de uma hora antes, a mulher de 50 anos esteve no local e se envolveu em uma discussão com o filho e a nora. Ainda segundo o jovem, a mãe dele deixou o local bastante alterada. A PM retornou a ligação para a autora da denúncia, que confirmou a discussão. No entanto, de acordo com a polícia, ela insistia em acusar a nora.

Problemas de saúde

O filho disse à PM que a falsa denúncia feita por sua mãe pode ter sido causada por problemas de saúde e por causa dos remédios que ela está tomando. Um Boletim de Ocorrência por denunciação caluniosa foi registrado pelos policiais.

 

LEIA MAIS: 

Ex-namorado é denunciado por estupro contra jovem de 15 anos em Schroeder

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?