A Delegacia da Comarca de Jaraguá do Sul concluiu o inquérito policial sobre o caso de agressão ao diretor de Obras da Prefeitura, suplente de vereador e ex-vice-prefeito, Jaime Negherbon, no dia 9 deste mês.

Em um vídeo que viralizou nas redes sociais, Negherbon aparece sendo agredido por pelo menos três moradores do bairro Rio da Luz. Além de levar tapas no peito, o diretor de Obras é xingado por conta das condições do local após as fortes chuvas daquela semana.

De acordo com o delegado Diones de Freitas, o homem que aparece de camiseta branca nas imagens divulgadas foi indiciado por quatro crimes: desacato à autoridade, lesão corporal leve, ameaça e constrangimento ilegal. Caso seja condenado, ele pode pegar até quatro anos e seis meses de prisão.

 

 

Por não ter antecedentes criminais, Freitas avalia que o agressor deve responder em liberdade. Agora, o inquérito segue para o promotor de justiça. "Por serem crimes com penas leves e não ser um caso reincidente, não representamos por prisão cautelar", explica o delegado.

Outros dois moradores, de camiseta preta e azul no vídeo, também foram indiciados por constrangimento ilegal. "Eles obrigaram a vítima a fazer algo que a lei não obriga. O diretor de Obras foi exposto a uma situação vexatória", comenta.

Conforme Freitas, Negherbon relatou no boletim de ocorrência que precisou pagar cinco latas de cerveja para ser liberado pelos moradores.

Após o caso, o delegado representou uma medida cautelar de afastamento entre os envolvidos. A ação está em análise pelo juiz.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul