Já se passaram sete horas do início do júri popular que julga dois acusados de participarem da morte de um adolescente de 16 anos, em Joinville. A sessão teve início às 9 horas e, por motivo de segurança e para preservar as testemunhas do processo, segue a portas fechadas no Fórum de Joinville.

No banco dos réus estão Valter Carlos Mendes e Carlos Alexandre de Mello. Outros cinco acusados do crime já foram julgados e condenados em agosto do ano passado a penas que variam de 22 a 32 anos de prisão.

Os sete são apontados pela Polícia Civil e Ministério Público como autores da morte de Israel Melo Junior. O crime ocorreu em 2 de fevereiro de 2016 e chocou Santa Catarina. O garoto foi executado e decapitado no bairro Ulysses Guimarães, zona Sul de Joinville. A cabeça do menino foi deixada em uma sacola, no bairro Jardim Paraíso, na zona Norte. O resto do corpo jamais foi encontrado.

Leia mais: Últimos denunciados por decapitação de adolescente serão julgados em Joinville

Quer receber as notícias no WhatsApp?