O jovem que realizou um atentado em uma creche, na manhã desta terça-feira (4), no Oeste catarinense, ameaçou os bombeiros que o transportavam até o hospital.

Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, invadiu a creche, localizada no município de Saudades, e matou três crianças e duas professoras, de 20 e 30 anos, com golpes de facão.

 

Na sequência, o rapaz tentou se matar desferindo golpes no pescoço, tórax e abdômen. No entanto, ele foi levado pelo Corpo de Bombeiros Militar para a Associação Hospitalar Beneficente de Pinhalzinho.

Durante o trajeto, conforme relato do tenente-coronel Parizoto à Rádio Bandeirantes, o jovem ameaçou a vida dos bombeiros.

Moradores de Pinhalzinho realizaram um protesto em frente à unidade hospitalar, e a Polícia Militar teve de escoltar o local.

Com informações da Rádio Bandeirantes