Na última quinta-feira (5), o Tribunal do Júri de Criciúma, no Sul do estado, condenou uma jovem de 23 anos a 13 anos e quatro meses de prisão por homicídio triplamente qualificado.

 

 

Ela responde por um crime ocorrido no dia 25 de dezembro de 2017, no bairro Renascer, em Criciúma. Um homem foi agredido e, quando estava inconsciente, colocado no porta-malas de um veículo. Na sequência, o automóvel foi incendiado e a vítima morreu carbonizada. A jovem teria contado com o auxílio de outros envolvidos para executar a ação.

Conforme o processo, o crime ocorreu porque o homem ameaçou chamar a polícia, uma vez que a jovem estava demorando para devolver o carro que ele havia lhe emprestado. Ainda segundo os autos, o empréstimo teria sido feito em troca de drogas.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram

Facebook Messenger