Um homem de 37 anos foi morto com pelo menos cinco facadas na Avenida Getúlio Vargas, no Centro, em Jaraguá do Sul. Virlei Cristiano Antunes foi esfaqueado dentro do seu apartamento, mas morreu perto da entrada do prédio às 7h20 deste sábado (23). Ele estava com perfurações nas regiões do braço, tórax e pescoço, segundo os bombeiros.

O corpo da vítima foi encontrado no chão em uma servidão ao lado do banco Bradesco. O corredor dá acesso a um estacionamento que fica nos fundos do prédio. Quando os socorristas chegaram no local, o homem já estava morto.

Corpo do homem morto foi encontrado em uma servidão ao lado da agência bancária | Foto Fábio Junkes/OCP

Segundo a Polícia Militar, o suspeito do crime, um homem de 29 anos, fugiu a pé do local. Os policiais militares conseguiram localizá-lo em uma quitinete na rua João Planincheck.

Ele possui uma extensa ficha criminal, com mais de 58 passagens pela polícia (lesão corporal, rixa, desacato, resistência, dano, posse de drogas, perturbação, ameaça, furto, etc...), e estava em prisão albergue, sem recolhimento ao presídio de Jaraguá do Sul.

De acordo com a PM, o homem confessou o crime, alegando ter cometido o homicídio após um desentendimento com a vítima. Ele foi preso e encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Jaraguá do Sul para lavratura do flagrante.

O corredor dá acesso a um estacionamento que fica nos fundos do prédio  | Foto Fabio Junkes/OCP News

O homem morto tem 18 passagens (dano, estupro de vulnerável, violência doméstica, ato libidinoso, lesão corporal, etc). Ele é natural do Paraná.

Virlei Cristiano Antunes, de 37 anos, foi morto com pelo menos cinco facadas no Centro, em Jaraguá do Sul | Foto Arquivo

Por volta das 9h, um perito do IGP (Instituto Geral de Perícias) de Jaraguá do Sul permanecia no local do crime, junto com a Polícia Militar e a Polícia Civil. Um agente do IGP de Joinville também foi chamado para auxiliar no trabalho de perícia. O corpo foi removido na sequência e levado para o IML.

Quer receber as notícias no WhatsApp?