Imagem meramente ilustrativa | Foto Arquivo OCP News
Imagem meramente ilustrativa | Foto Arquivo OCP News

Uma criança de dois anos e 11 meses se afogou em uma piscina e um homem de 35 anos passou mal e foi arrastado em um rio em Corupá. As duas ocorrências de afogamento foram registradas pelos bombeiros voluntários de Corupá na tarde desta sexta-feira (11) no bairro Itapocu.

Um dos casos foi registrado às 15h. A criança estava tomando banho em uma piscina de plástico com cerca de 80 centímetros de profundidade na casa do avô em uma chácara. Segundo o relato, a menina com problema de distúrbio escorregou das mãos da mãe e "bebeu um pouco de água".

Os familiares são de Curitiba e estavam a passeio no município. Eles ficaram bastante assustados, porém a criança expeliu a água e estava consciente. A menina foi levada até o quartel dos bombeiros voluntários de Corupá. Uma ambulância conduziu a vítima até o P.A de Corupá para avaliação médica.

Banhista tem mal súbito em rio

Já no rio que fica aos fundos da sede dos bombeiros voluntários, um homem teve um mal súbito enquanto nadava e foi arrastado cerca de 300 metros pela correnteza. Os bombeiros enviaram uma viatura para o local às 14h09.

''Um bombeiro na margem da rua Abilio Lunelli atravessou o rio a nado e alcançou essa vítima que estava se afogando no outro lado do rio, na margem da rua João Tozini. O bombeiro conseguiu retirar o cidadão da água e a viatura deu a volta chegando até o local", disse Fabio Romão, chefe de equipe dos bombeiros.

Três bombeiros participaram da ocorrência de salvamento. A vítima estava consciente, mas ingeriu bastante água e foi conduzida ao pronto-atendimento em situação de hipotermia - diminuição excessiva da temperatura normal do corpo. O trabalho de resgate levou cerca de 30 minutos.

Quer receber as notícias no WhatsApp?