O soldado da Polícia Militar de Criciúma, Jeferson Luiz Esmeraldino, de 33 anos, foi reformado por incapacidade física.

O policial foi baleado com um tiro de fuzil no abdômen no final da noite de 30 de novembro do ano passado, em confronto com criminosos que sitiaram a cidade para assaltar a tesouraria regional do Banco do Brasil.

Naquele momento, o grupo cercava o batalhão e a guarnição de Esmeraldino deslocava em apoio.

O policial ficou um pouco mais de dois meses internado e agora se recupera em casa, em Tubarão.

Em nota divulgada nesse fim de semana, a Polícia Militar, com base em informações repassadas pela Empresa SOS Home Care, que está prestando o atendimento médico domiciliar, divulgou o estado de saúde do policial.

“O Sd Esmeraldino realizou uma punção para tratamento de hidrocefalia, conforme recomendação Dr Tiago neurologista assistente; não foi observado melhora cognitiva; o paciente ganhou peso; segue acamado; e, está se recuperando de uma possível infecção respiratória, com em uso de antibiótico e com bom prognóstico. A atenção ao Sd Esmeraldino é realizada com o emprego dos seguintes profissionais: Técnicos de enfermagem 24h; fisioterapia 2x ao dia; fonoaudiólogo 1x ao dia; terapeuta ocupacional 3x na semana; nutricionista 2x ao mês.”

Nos últimos dias, familiares, amigos e colegas de farda realizaram uma campanha visando à arrecadação de fraldas geriátricas, no tamanho XG, e lenços umedecidos, usados constantemente.

Os produtos arrecadados já são suficientes. Agora, a campanha se concentra para a construção de uma edícula, com o objetivo de proporcionar mais conforto ao policial e seus cuidadores.