A Embraer realizou o primeiro teste estático utilizando o motor elétrico desenvolvido pela WEG. A experiência ocorreu na última quinta-feira (19), em Botucatu, no interior de São Paulo.

Em maio deste ano, as duas empresas haviam firmado um acordo de cooperação tecnológica para o desenvolvimento de um sistema de propulsão aeronáutica elétrica.

 

 

Durante a etapa de ensaios, o protótipo utilizou-se de uma fonte externa de energia para alimentar o sistema elétrico de alta tensão e acionar o Powertrain (motor e inversor) que foi instalado na plataforma do avião.

Nas últimas semanas, as equipes de pesquisa da WEG, com sede em Jaraguá do Sul, e da Embraer avançaram nessa importante fase do desenvolvimento da aeronave.

Está prevista para o início de 2020 a chegada do conjunto de baterias de alta voltagem que permitirá os avanços dos ensaios em condições de operação real e o primeiro voo do protótipo.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger